Katara Cultural Village: a paixão do Qatar pela arte

  • 01 de fevereiro de 2017


Algo que chama a atenção de quem visita Doha pela primeira vez é a paixão do Qatar pela arte. Da corniche (orla) aos parques, dos mercados aos shoppings, dos museus às mesquitas é fácil encontrar e admirar obras, monumentos e esculturas de artistas locais e estrangeiros famosos mundialmente. Mas é na região do Katara Cultural Village que a arte ganha espaços dedicados a cada uma de suas formas de expressão.

 

Passear pelo Katara é encontrar muitos dos lugares mais fotografados de Doha. Então prepare a máquina e separe no mínimo duas horas para conhecer o básico do local. Nosso passeio começou estacionando em frente a uma enseada belíssima que fica entre a ilha The Pearl e a região de West Bay. Na areia fica um parque para crianças e a belíssima cor da água do mar do golfo pérsico rende belas fotos.

 

Estacionamento de pássaros.

 

 Detalhe pássaro voando.

 

Na sequência fomos a uma famosa “morada” de pássaros livres, duas torres com aberturas e galhos que acomodam centenas de aves naturalmente. Destaque para as belas pombas brancas que habitam o local e transmitem uma sensação de paz ao visitante.

 

Anfiteatro

 

Anfiteatro

 

Seguimos a pé para o belíssimo anfiteatro do complexo. Todo em mármore e de frente para o belo mar do golfo. Capacidade para 5 mil pessoas. Valem as fotos do alto e das imponentes portões de acesso.

 

 Escultura de Lorenzo Quinn

 

Na área aberta do anfiteatro, de frente para o mar e escoltado por fontes de água está a emblemática escultura de Lorenzo Quinn na qual a mãe natureza segura o mundo.

 

Golden Mosque

Por trás do anfiteatro fica outra joia do local. A Golden Mosque, completamente folheada em ouro 24k. Isso mesmo, todos os azulejos externos folheados a ouro. Obra da primeira arquiteta mulçumana a projetar mesquitas. Vale muito a visita, lembrando que homens e mulheres rezam em espaços separados pelas leis do islã, então é importante consultar o guia sobre quais áreas são de acesso exclusivo para homens e quais são de acesso restrito a mulheres.

Importante também a utilização de roupas compostas, que cubram pelo menos joelhos e ombros.

 

Carrinho de transporte

 

Como o Katara é bem extenso, você pode utilizar livremente e sem custo os carrinhos que circulam entre as dependências do complexo para se locomover. Foi o que fizemos para ir da Golden Mosque até o café onde experimentamos algumas delícias da gastronomia local apresentadas por nossa @guiadoha Érika.

 

 

No Katara você tem uma série de cafés e restaurantes libaneses, iranianos e até palestinos. A Érika nos levou ao Al Bisana para provar o lanche mais consumido da cidade, uma espécie de sanduíche chamado Shawarmna. Pedimos 3 para compartilhar e provar todos os sabores: carne, frango apimentado e carneiro. Todos divinos. Mas como sou apreciador de carneiro, preciso destacar que este sanduíche, é excepcional. Aliás carneiro em território Árabe nunca decepciona, vai por mim. Para beber, provamos a deliciosa mint lemonade, uma limonada tradicional na região que mistura o limão com hortelã e calda de açúcar. Tão bom que você acaba pedindo em todos os restaurantes que você vai em Doha. Para finalizar, a cereja do bolo: Khunafa! Uma sobremesa doce de queijo dos deuses. Não há como descrever, só provando.

 

Foto do novo shopping

 

Como tudo no Qatar está em obras e em constante evolução, na saída do passeio passamos pelas obras de um shopping que será inaugurado nos próximos meses no local. Destaque para os prédios em formato de caixa de presente e em Falcon Hood, a venda que acalma o Falcão.

 

CONTINUEM LENDO NOSSOS POSTS DO QATAR.

 

Resumindo: adoramos o passeio pelo Katara Cultural Village. Vale muito a visita!



Esse artigo foi lido 966 vezes!

Sobre o Autor

Tarcio e Paula Lopes

Ele Publicitário e ela Funcionária Pública que amam viajar e explorar o mundo.


Veja Também