Nossa experiência no Hotel Viña Queirolo

  • 01 de outubro de 2016


Neste post vamos contar nossa experiência de ter ficando no primeiro hotel vinícola do Peru. 
 
 
Não deixem de ver nossos Guias de Lima , Ica , Cusco e Machu Picchu.
 
 
 
O Peru é bastante conhecido pelos brasileiros, contudo, 90% das pessoas que vão ao país somente colocam no roteiro a capital Lima e a cidade de Cusco por conta da divulgação ampla dessas duas cidades. 
 
 
Depois de muita pesquisa descobrimos que o Peru é muito mais do essas duas cidades. Existem destinos incríveis tanto ao norte do país (Laguna 69) como ao sul com as cidades de Ica e Paracas.
 
 
A cidade de Ica fica a 4 horas e 20 minutos da capital peruana. Optamos em ir para região de ônibus, pois o trânsito caótico do país nos desestimulou a alugar um carro. Compramos nossas passagens pela empresa Cruz del Sur por 65 soles cada trecho por pessoa e seguimos até Ica. Escolhemos inicialmente passar dois dias na Laguna de Huacachina fazendo os passeios das Islas Ballestas, Reserva de Paracas e Tubulares. Em seguida fomos passar uma diária na Viña Queirolo.
 
 
 
 
Fizemos nossa reserva no Brasil através do booking e o pagamento via cartão de crédito. Escolhemos uma suíte intermediária com varanda e custou 489 soles, mais ou menos 550 reais.
 
 
 
 
O hotel Viña Queirolo fica localizado a 20 minutos de Ica! Pegamos um táxi e gastamos 20 soles. Chegamos por volta das 10:30 horas e deixamos nossas malas na recepção, pois o check In somente ocorre a partir das 15 horas. Passeamos pela propriedade e tomamos nossos welcome drink. 
 
 
 
 
O local realmente é lindo, muito bem decorado, com uma vista de tirar o fôlego com a cordilheira dos Andes ao fundo! 
 
 
 
 
Sentamos no bar da piscina e tomamos uma limonada e um drink à base de pisco. Ambos estavam ótimos. Por volta das 12:30 o nosso quarto ficou pronto e fomos encaminhados gentilmente antes do horário.
 
 
O quarto é imenso, com ótima cama, banheiro com duas pias e todas as comodidades necessárias para o hóspede se sentir confortável.
 
 
 
 
Além disso, nosso quarto possuía uma grande varanda com sofá, mesa baixa e poltrona.
 
 
 
Almoçamos no restaurante do hotel. O cardápio é bem variado, e possui opções de carnes, massas, frutos do mar, aliado a uma ótima e barata carta de vinhos. Os pratos variam entre 30 a 50 soles e os vinhos de 15 a 150 soles, preços bem abaixo dos praticados em Lima onde se cobra no mínimo 80 soles por uma garrafa. 
 
 
Após o almoço descansamos um pouco e fomos curtir a programação do hotel. Diariamente o hotel oferece a seguinte programação: Tour com sommelier pelos vinhedos, degustação de vinhos e pôr do sol no mirante da propriedade com degustação de espumantes. 
 
 
O tour pela vinícola foi realizado pela sommelier Fiorela, pessoa bastante agradável  e bastante preparada. O passeio tem duração média de 30 minutos e lá tivemos uma verdadeira aula sobre as uvas que são produzidas no local!
 
 
 
A sommelier também nos foi explicou sobre as linhas que são produzidas pela vinícola. Uma é chamada Intipalka e a outra Santiago Queirolo.
 
 
A região da propriedade fica em Intipalka que em quéchua significa Valle del Sol. Após o tour fomos para uma sala agradável fazer a degustação de vinhos! Lá foram realizadas  as degustação de 3 vinhos: um Rosé Syra, outro branco Moscatel de Alejandria e por fim um tinto Malbec. Somente gostamos do Rosé e do Malbec! O Moscatel achamos muito doce para nosso paladar.  
 
 
 
Para fechar com chave de ouro o passeio fomos na van do hotel para o alto da propriedade. O mirante fica a 10 minutos da sede do hotel e lá fizemos a degustação de dois espumantes que são produzidos na propriedade e ficamos observado o lindo por do sol do Vale do sol. Uma cena que sem dúvida nunca sairá de nossas memórias.
 
 
 
Depois voltamos para o Hotel e fomos para a loja do hotel e compramos 4 garrafas de vinho! Os hóspedes tem 15% de desconto. Compramos dois tintos, um branco e um rosé.
 
 
Como ainda estava cedo decidimos degustar uma garrafa de Rosé Intipalka antes do jantar. Para acompanhar o vinho pedimos um Polvo com molho de azeitonas e ficamos na varanda do nosso quarto. 
 
 
Para finalizar o dia jantamos no restante do hotel e pedimos um filé alto com risoto de parmesão e um linguine de frutos do mar e de sobremesa a famosa sobremesa tres leches! Tudo estava perfeito. 
 
 
No dia seguinte acordamos cedo, tomamos nosso café da manhã com vista para a vinícola e fizemos o check out.
 
Não deixem de ver nossos Guias de Lima , Ica , Cusco e Machu Picchu.
 
Enfim, valeu muito a pena ter conhecido esse lindo hotel vinícola. A estrutura é excelente, os vinhos de ótima qualidade, gastronomia diferenciada e atendimento nota 10. Tudo isso com um ótimo custo x benefício.
 
 
QUER CONHECER O HOTEL E SUAS TARIFAS? CLIQUE AQUI E FAÇA SUA RESERVA


Esse artigo foi lido 3909 vezes!

Sobre o Autor

Marcio Vital

Sou Advogado especialista em Direito Civil, Imobiliário e Trabalhista. Meu principal lazer é viajar e fotografar o mundo. Tenho um instagram que funciona como um microblog sobre minhas viagens e hoje conta com mais de vinte e cinco mil seguidores @marcion


Veja Também