Bangkok - a cidade dos templos.

  • 14 de maio de 2015


Neste post vou falar sobre os três principais templos de Bangkok, na Tailândia.

 
A Tailândia é um país situado no sudeste asiático e é atualmente um dos países mais visitados do mundo.
 
 
O motivo de toda essa procura é simples: diversidade cultural, lindas belezas naturais e bons preços.
 
 
Antes da adentrar nos três principais templos é importante destacar que Bangkok possui mais de 400 templos, cada um mais bonito que o outro. 
 
 
A presença constante de templos religiosos acontece pelo fato da religiosidade ser uma tradição na vida dos tailandês. A principal religião do país é o Budismo, onde quase 95% da população se identifica com as praticas budistas. 
 
 
 
Escolher quais são os três principais templos não é tarefa fácil, pois cada um possui sua peculiaridade e história.
 
 
Na minha opinião os três templos imperdíveis de Bangkok são:
 
 
Grand Palace com o templo do Buda Esmeralda - palácio onde vive o presidente da Tailândia.
 
 
 
 
O local realmente é bastante grandioso. O fato marcante é a presença exacerbada do dourado/ ouro.
 
 
 
 
O ingresso para ingressar no Grande Palace e no Buda Esmeralda custa 500 Baht.
 
 
 
 
A riqueza de detalhes é realmente impressionante.
 
 
 
 
 
Wat Pho - conhecido pelo Buda Reclinado é um dos templos mais visitados de Bangkok. 
 
 
 
 
Esse templo fica localizado do lado do Grand Palace. Pode-se ir andando de um para o outro.
 
 
Trata-se de um templo que possui a impressionante estátua de um Buda reclinado, de mais de 40 metros, todo folheado a ouro. 
 
 
 
 
O ingresso para entrar no Wat Pho custa 100 Baht e dá direito a uma água. Todos os ingressos de todos os templos podem ser comprados na hora.
 
 
Dentro desse complexo existem diversos outros templos, cada um mais diferente e bonito do que o outro.
 
 
 
 
Por fim, outro que me chamou muita atenção foi o Templo do Amanhacer, Wat Arun, fica localizado do outro lado do Rio Chao Phraya. 
 
 
 
 
Para fazer a travessia é possível pegar um barco no terminal em frente ao Wat Pho, chamado de Tha Tien Píer,  e custa 3 Baht.
 
 
A história do Wat Arun está intimamente ligada à de Bangkok. Quando Ayutthaya, maior cidade do século XVIII, foi destruída pelo exército da Birmânia, a Tailândia - na época chamada de reino de Sião - preciso de uma nova capital.
 
 
 
A escolhida foi Bangkok que passou por uma série de restruturação, entre elas a construção de diversos templos.
 
 
 
 
As torres do Wat Arun são decoradas com conchas e porcelana colorida.
 
 
 
 
A entrada custa 50 Baht. A principal atração é a subida na torre principal, onde é possível ter uma vista incrível da cidade.
 
 
 
 
Todos esses três templos podem ser visitados em um único dia e todos eles ficam bem próximos um dos outros. O ideal é visitar primeiro o Grand Palace (chegue bem cedo), depois ir andando para o Wat Pho, dar uma pausa para almoço (na região existem vários restaurantes que ficam situados na beira do Rio com uma vista incrível do Wat Arun. Recomendamos o Restaurante The Deck), e depois ir já no final do dia para o Wat Arun.
 
 
Obs.: Para entrar na maioria dos templos é necessário estar com roupa composta, ou seja, homem com calça e camisa e mulher com saia longa e blusa com manga. 
 
 
 

Vídeo com os melhores momentos da nossa viagem para o sudeste asiático:

 

 
 
Enfim, vale muito a pena conhecer esses três templos, contudo, existem vários outros não menos importantes para serem conhecidos. 


Esse artigo foi lido 8146 vezes!

Sobre o Autor

Marcio Vital

Sou Advogado especialista em Direito Civil, Imobiliário e Trabalhista. Meu principal lazer é viajar e fotografar o mundo. Tenho um instagram que funciona como um microblog sobre minhas viagens e hoje conta com mais de vinte e cinco mil seguidores @marcion


Veja Também