Dicas de Montevidéu: atrações, passeios, hotéis e restaurantes

  • 01 de março de 2017


Montevidéu é uma pequena cidade situada nas margens do Rio Prata, rio que faz a divisa entre o Uruguai e a Argentina.Para se conhecer Montevidéu é necessário apenas dois ou três dias inteiros, pois a cidade é pequena e as principais atrações são bem próximas um das outras.

 

A cidade possui ruas bastante arborizadas, carros antigos e várias casas no estilo europeu. 

 

Como Chegar:

 

A forma mais comum e procurada por nos brasileiros é através de avião. Existem várias empresas que fazem esse trajeto. Fomos uma vez com a TAM e outra com a Gol. Em ambas as vezes fomos de milhas (pagamos cerca de 10 mil pontos por cada trecho).

 

Chegamos no moderno Aeroporto de Carrasco que fica a mais ou menos 30 minutos do centro! O táxis até o centro são tabelados e os preços são caros (mais ou menos 100 reais).

 

Outra forma de se chegar é através de Barco indo de Buenos Aires, na Argentina. Existem várias empresas que fazem esse trajeto. A mais conhecida é a Buquebus. 

 

Quando ir:

 

A cidade possui clima muito parecido com o de Buenos Aires, possuindo as 4 estações do ano bem definidas, portanto, a melhor época dependerá do gosto do viajante.

 

 

Se gostar de ir para praias e calor recomendamos os meses mais quentes (meses de novembro a fevereiro). Se gostar de frio recomendamos o período de ( abril a outubro).

 

Onde ficar hospedado:

 

A cidade conta com uma rede hoteleira moderna com hotéis para todos os gostos e bolsos. Ficamos hospedados na região de Carrasco e recomendamos.

 

Na primeira vez ficamos no Hotel Cali di Volpi, situado na beira do Rio, mais especificamente na Parva Domus 2531, Montevidéu, Uruguai. O Hotel é bem moderno, bem localizado e com café da manhã maravilhoso.

 

Já na segunda vez ficamos no Hotel Dazzler, que fica situado na esquina, 21 de Setiembre, Montevidéu 11300, Uruguai. Gostamos mais desse hotel, pois os quartos são incríveis e também é bastante bem localizado. A diária custou em média 200 reais.

 

 

RESERVEM SEU HOTEL EM MONTEVIDÉU CLICANDO AQUI.

 

Como se locomover:

 

A melhor forma de conhecer a cidade velha e o centro é andando. Recomendo ir para Plaza Independência e fazer toda região andando, inclusive, ir até o mercado.

 

 

Os táxis são abundantes e possuem o preço parecido com o do Brasil.

 

Já para quem vai para as cidades vizinhas e gosta de ter mais liberdade recomendo alugar carro! As estradas do Uruguai são maravilhosas e bastante sinalizadas. Alugamos no próprio Aeroporto de Carrasco. Locamos pela empresa Punta Car, contudo, não recomendamos a empresa pois os funcionários são bastante desatenciosos, não estavam no horário combinado e fizeram a cobrança de vários valores que não estavam previstos.

 

Na primeira vez no Uruguai fomos de ônibus para Punta del Leste e gostamos bastante do serviço. Diferentemente do Brasil as rodoviarias são bastante organizadas e os preços são bem justos.

 

Compras e troca de moeda:

 

A moeda do Uruguai é o Peso Uruguaio. Na época que fomos 1 real valia 10 pesos. trocamos uma parte do nosso dinheiro no próprio aeroporto apenas para pagar as despesas do primeiro dia e depois fizemos a troca em uma das várias casas de cambio que ficam no centro da cidade. A cotação do centro é bem mais vantajosa.

 

O Uruguai não é um país interessante para compras, pois os preços são iguais ao do Brasil e a variedade é menor.

 

Os dois principais Shoppings de Montevidéu são:  Montevidéu Shopping (Dr. Luis Alberto de Herrera 1290, Montevidéu 11300, Uruguai) e o Punta Carretas Shopping (José Ellauri 350, Montevidéu 11300, Uruguai). Ambos são pequenos e possuem poucas variedades para compras. 

 

O centro possui várias lojas, sendo bastante interessante dar um passeio pela Avenida 18 de Julio.

 

 

Mas não perca as esperanças em fazer compras! O aeroporto de Carrasco possui um ótimo Free Shop, com preços melhores que os praticados no Brasil.

 

Recomendamos trazer vinhos da uva tannat, doce de leite e o artesanato local. 

 

Principais atrações:

 

Durante a nossas visitas conhecemos os seguintes pontos turísticos:

 

(i) Praça Independência - a mais importante do país, possui ainda um dos portões da antiga muralha que cercava a cidade no período colonial. Considerada a maior praça de Montevidéu, e o ponto  inicial de  muitos monumentos e Passeios. Nela está localizada a Estátua equestre do General Artigas, que foi um estadistas da Revolução do Rio da Prata.

 

 

(ii) Palácio Salvo - fica situado em frente à praça independência. O edifício foi desenhado pelo arquiteto italiano Mario Palanti, um imigrante Italiano que vivia em Buenos Aires. Inaugurado no ano de 1928, com os seus 95 metros e 27 pisos, foi a torre mais alta da América do Sul por vários anos.

 

 

(iii) Avenida 18 de Julio – principal rua da cidade. Tem início na Plaza Independência e possui várias lojas. Ideal para um passeio.

 

 

(iv) Cidade Velha – tem uma vida noturna bastante movimentada, com vários restaurantes, pubs e discotecas de todos os tipos espalhadas pelas ruas estreitas do bairro histórico.

 

 

Na região existe a Plaza Constituicion, local muito arborizado cheio de restaurantes, lojinhas e cafés.    

 

 

Nesta mesma área fica a Catedral de Montevidéu que por sinal é bastante bonita. Vale a pena dar uma entrada no local.

 

 

(v) Mercado Central – local com vários restaurantes, onde é possível comer o melhor churrasco uruguaio. Fica situado próximo do porto. Almoçamos no restaurante El Pelenque e adoramos.

 

Uma dica legal é provar o medio y medio, bebida típica da região produzida com vinho branco e espumante.

 

 

(vi) Teatro Sólis – Também fica localizado próximo da Praça Independência e foi inaugurado no ano de 1856, sendo o principal teatro do país.

 

 

(vii) Palácio Legislativo.

 

 

(viii) Letreiro - Um ponto turístico bastante cobiçado atualmente é o letreiro com o nome MONTEVIDÉU que fica na praia de Pocitos, próximo ao bairro de Punta Carretas e vizinho ao Museu Naval.

 

 

Onde comer:

 

O Uruguai é bastante conhecido por suas carnes. Na realidade o país é um dos maiores produtores de carne do mundo.  Para ter uma noção o número de bovinos é superior ao total população do país. Durante as nossas visitas fomos nos seguintes restaurantes:

 

1) Rara Avis - restaurante situado no Teatro Solis e conhecido como o melhor da cidade. O restaurante possui uma decoração impecável, pratos maravilhosos e uma fantástica carta de vinhos. Os preços são bem salgados, porém, vale cada centavo investido.

 

2) Mercado - fomos no restaurante El Palenque e comemos o típico churrasco uruguaio. Na minha opinião ir para o mercado é uma das melhores atrações da cidade. 

 

3) La Perdiz - Restaurante situado em Carrasco com ótimas opções de carnes e vinhos.

 

4) Restaurante da Bodega Bouza - restaurante situado dentro de uma vinícola, com ótimos vinhos e pratos. 

 

Passeio nos arredores:

 

Recomendamos fazer uma degustação de vinhos e almoçar na Bodega Bouza que fica a poucos quilômetros de Montevidéu. Para maiores informações clique aqui.

 

 

Recomendamos ainda conhecer as cidades de Punta del Leste e cidades dos arredores (La Barra, Punta Ballena, Jose Ignacio) e Colônia de Sacramento.

 

Espero que tenha ajudado com essas dicas! E você, o que achou dessa cidade?



Esse artigo foi lido 9969 vezes!

Sobre o Autor

Marcio Vital

Sou Advogado especialista em Direito Civil, Imobiliário e Trabalhista. Meu principal lazer é viajar e fotografar o mundo. Tenho um instagram que funciona como um microblog sobre minhas viagens e hoje conta com mais de vinte e cinco mil seguidores @marcion


Veja Também