Descobrindo as Serras do Agreste Potiguar: um paraíso no Rio Grande do Norte

  • 22 de agosto de 2018


Estivemos recentemente no Estado do Rio Grande do Norte para conhecer e explorar as belezas da região da Serras do Agreste Potiguar que compreende os municípios de Passa e Fica, Serra de São Bento e Monte das Gameleiras.



Essa região ainda pouco explorada é o destino ideal para quem procura aquele clima gostoso da Serra, paisagens lindas, natureza, trilhas e a simplicidade e acolhimento do povo do agreste nordestino.
 


As Serras do Agreste potiguar ficam localizadas a 2 horas de João Pessoa e Campina Grande, Paraíba; 2 horas de Natal, Rio Grande do Norte; a 3:45 horas de Recife, Pernambuco e a 6 horas de Maceió, Alagoas.


 

O que fazer na Serra do Agreste Potiguar:

 


Recomendo passar pelo menos dois dias inteiros na região para explorar com calma as suas principais atrações turísticas. Se você for daqueles que gostam de fazer tudo com bastante tranquilidade recomendo passar no mínimo 3 dias inteiros.

As Serras do Agreste Potiguar é cercada por montanhas, grutas e diversas trilhas que favorecem o Ecoturismo e o turismo de aventura. Durante nossa viagem conhecemos as seguintes atrações turísticas:

Trilha Pedra da Mata e Taque do Boi: trilha de grau de dificuldade leve. Para subir até o alto dela é necessário fazer uma caminhada de cerca de 20 minutos. A vista do local é linda e dar pra ter uma visão em 360 graus de toda região.



Pedra da Pintada: essa pedra possui esse nome em razão das pinturas rupestres feitas pelos povos que viveram na região no passado.



Pedra do Navio e Pedra da Mesa: essas atrações são o Cartão postal do município de Monte das Gameleiras.  A Pedra do Navio possui o formato de um barco e a Pedra da Mesa são algumas pedras  grandes que ficam em cima de uma formação rochosa que lembra uma mesa.



 

Trilha da Pedra do Lagarto: trilha de dificuldade leve. Para chegar até o topo leva-se em torno de 25 minutos de caminhada. A vista do local é deslumbrante. Recomendo ir no final da tarde para admirar o pôr do sol da região.



 

Trilha da Pedra da Macambira: outra trilha imperdível na região. Essa já tem um grau de dificuldade mais elevado e exige do viajante um bom preparo físico para alcançar o topo. Do alto é possível ter uma visão panorâmica da região e conhecer de perto várias espécies da fauna e da flora local.



Pedra do Empurrão: essa pedra é de fácil acesso e possui uma das paisagens mais fotogênicas da região. Trata-se de um bloco de um bloco de granito que permitem os visitantes tirarem fotos  “empurrando”a pedra.

 

 

Capela de São José: igreja toda construída com pedras no estilo “medieval”. No interior toda decoração é rústica e feito por artesãos da região. O casal José e Maria são proprietários do vilarejo onde fica a capela e costumam receber os visitantes com ótimas histórias.

 


Igreja Matriz de São Bento de Abade: igreja que fica na cidade da Serra de São Bento.


Praça do Turista: essa praça fica situada no município de Serra de São Bento e aos domingos possui uma pequena feira onde os moradores da região vendem seus produtos.

Visita as confecções da região: a região possui algumas fábricas de roupa que podem ser visitadas e possuem ótimos preços.

 

Onde se hospedar na região:

 

Pousada Villa da Serra: foi a pousada que escolhemos para ficar hospedados. A Pousada faz parte da Associação de Hotéis Roteiros de Charme e é linda. A pousada foi construída em cima de uma pedra, possui quartos amplos e bem decorados e uma vista maravilhosa da Serra.  



Pousada Pedra Grande: também é outra ótima opção de pousada. Fica situada em Monte das Gameleiras e também possui uma ótima estrutura. A pousada possui uma ótima área de lazer, SPA,  piscina e uma vista maravilhosa onde é possível curtir o espetáculo do pôr do sol da região.



Paradise Camping: também fica situada no município de Monte das Gameleiras e possui uma estrutura legal. A vista da pousada é linda e os quartos são bem legais.
 

Pousada Fulô da Pedra: essa pousada possui vários chalés espaçosos em uma Zona Rural com uma vista exuberante da Pedra da Boca. A Pousada é ideal para quem quer descansar, fazer trilhas e desconectar da agitação do dia a dia.
 

Dicas de Restaurantes :


As Serras do Agreste Potiguar possuem ótimas opções de restaurantes.  Recomendamos o Galinhas da Serra, local com uma vista panorâmica da cidade e que possui uma ótima Galinha; o La Na Roça, restaurante com uma comida caseira deliciosa; o Café Serrano,  local onde é possível tomar um dos melhores chocolates quentes do mundo e o famoso Restaurante Pedra do Sapo que fica situado embaixo de uma Pedra, com uma decoração linda e um ambiente maravilhoso. Só para ter uma noção esse local foi um dos melhores restaurantes que já visitei na minha vida.

 



Adoramos conhecer essa região de Serra situada em pleno agreste do Rio Grande do Norte. O local é lindo e ideal para quem gosta de belas paisagens e do Ecoturismo. Recomendamos dois ou três dias inteiros na região. Qualquer dúvida que tenham é só perguntar que teremos o maior prazer em respondê-los.

 

 

Hospedagem:

 

Reservem seus hotéis através dos nossos links do BOOKING.COM. CLIQUE AQUI.

 

 



Esse artigo foi lido 5779 vezes!

Sobre o Autor

Marcio Vital Valença

Advogado e explorador do mundo nas horas vagas. Conhece mais de 55 países em todos os continentes. Instagram @marcionomundo


Veja Também