Marcio no Mundo




Dicas dos Lençóis Maranhenses: tudo sobre um dos destinos mais bonitos do Brasil


Publicado em 25 Jun 18



Booking.com



O Maranhão é o segundo maior Estado do Nordeste e o oitavo maior do Brasil, sendo São Luís a capital e a cidade mais populosa com quase um milhão de habitantes.

 

Localizado entre as regiões Norte e Nordeste do Brasil, o Maranhão possui o segundo maior litoral do país, com uma grande diversidade de ecossistemas, com mais de 600 quilômetros de extensão de praias tropicais, floresta amazônica, diversas variedades de cerrados, mangues, delta em mar aberto e o único deserto do mundo com milhares de lagoas de águas cristalinas.

 

Já fazia anos que os Lençóis Maranhenses estavam no topo da nossa lista de desejos de destinos para serem visitados aqui no Brasil, contudo, nunca havíamos tido uma chance real para conhecer a região, pois sempre que saia alguma promoção aérea o período não era o ideal para visitar esse paraíso.

 

 

Os Lençóis Maranhenses ficam situados no extremo norte do Maranhão e possuem uma área de 155 mil hectares de extensão formados por dunas de areia branquinha e de lagoas de águas cristalinas. Confiram o vídeo com os melhores momentos da nossa viagem:

 

 

Como chegar nos lençóis:

 

 

Chegamos em São Luís do Maranhão, cidade com mais de um milhão de habitantes e mais de 400 anos de história. A cidade foi fundada por franceses, invadida por holandeses e colonizada por portugueses.

 

Contratamos nosso transfer e todos os nossos passeios com a renomada empresa Taguatur que é especializada em montar roteiros no Maranhão e na Rota as Emoções, trajeto que vai dos Lençóis até Jericoacoara, Ceará.  

 

De São Luís até Barreirinhas, cidade que utilizamos como base para os passeios nos lençóis, são cerca de 250 km, mais ou menos 4 horas de uma boa estrada.

 

Quando ir para os Lençóis Maranhenses:

 

A região possui clima quente o ano inteiro quase sempre acompanhada de bastante vento, porém, tenham muito cuidado ao escolher o período da sua viagem, pois diferentemente das demais regiões do Nordeste o inverno é quente, possui pouca chuva e é nesta época que as lagoas estão cheias. Já o verão é bastante chuvoso e as lagoas estão com nível baixo.

 

 

A melhor época para visitar os lençóis em sua totalidade é no período de junho a setembro, período que todas as lagoas estão cheias e a incidência de chuvas é baixa.

 

De Agosto até outubro é o período que recebe mais turistas europeus em razão da grande incidência de ventos que existe na região, tornando Atins um dos paraísos mais cobiçados do Brasil para prática do Kitesurfe.

 

Melhores passeios dos Lençóis Maranhenses:

 

Conforme já mencionei anteriormente todos os passeios que fizemos no Maranhão foram realizados com a empresa Taguatur. A empresa  conta com mais de 35 anos de experiência e é bastante séria, atenciosa e os funcionários e os guias são altamente qualificados. Recomendamos fortemente os serviços deles.   

 

Recomendamos passar pelo menos três dias inteiros para fazer os principais passeios da região, mas o ideal se quiser conhecer Atins e Santo Amaro, cidadezinhas próximas, seria 4 ou 5 dias.

 

Passeio de dia inteiro pelos lençóis (circuito Lagoa Bonita + Lagoa Azul): esse passeio como o próprio nome já diz tem duração de um dia inteiro e percorre as principais lagoas que existe no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Saímos às 08:30 horas do nosso hotel em um veículo tipo jardineira 4x4 para o Circuito Lagoa Azul.

 

 

Fizemos a Travessia em balsa sobre o Rio Preguiças e continuamos por trilha até o circuito da Lagoa Azul (cerca de 40 minutos de trilha). Ao chegar na nossa primeira parada fizemos uma caminhada leve pelas dunas brancas e visitamos diversas lagoas entre elas a Lagoa do Peixe, Lagoas Azul e Lagoa da Preguiça com direito a paradas para banho e muitas fotos com aquele cenário paradisíaco.

 

 

Retornamos ao veículo e fomos almoçar no restaurante da Dona Graça, local simples que fica dentro do Parque, mas que possui uma comidinha caseira maravilhosa e uma pequena estrutura para descansar antes de retomar o passeio da parte da tarde.

 

Em seguida continuamos o passeio por trilhas de 17km com vegetação de restinga até o circuito da Lagoa Bonita. Para acessar ao circuito é necessário subir uma duna de aproximadamente 40 metros de altura com nível de dificuldade médio. Vimos vários casais com filhos pequenos e pessoas de idade subindo, mas aí depende do condicionamento físico de cada pessoa.

 

A vista após a subida compensa todo o esforço. O visual da entrada é magnifico sendo possível apreciar toda a exuberância do Parque Nacional com suas dunas e lagoas, dentre elas a Lagoa Bonita.

 

 

Caminhamos por diversas dunas e lagoas e escolhemos uma com pouquíssimas pessoas e tomamos um banho delicioso. As lagoas possuem água translucida, quente e doce. A vontade é passar o dia inteiro só flutuando nelas.

 

 

Depois de várias fotos e do nosso mergulho escolhemos uma duna só pra gente e apreciamos o lindo fenômeno do pôr do sol nos Lençóis Maranhenses. Um dos mais bonitos das nossas vidas. Uma cena que nunca sairá da nossa memória. Retornamos por volta das 18 horas e chegamos no hotel por volta das 19 horas.

 

 

Passeio de barco pelo Rio Preguiça: outro passeio bastante procurado na região. Saímos do nosso hotel por volta das 8:30 da manhã em uma lancha voadeira no majestoso Rio Preguiças. O passeio é bem bonito e percorre ao todo cerca de 40 km de Rio sendo possível avistar em suas margens igarapés, mangues, buritis, pés de Juçara (açaí), tucunzeiros, além de garças e maçaricos.

 

Pequenos Lençóis visto do alto.

 

Nossa primeira parada foi na comunidade de VASSOURAS, conhecida também como pequenos lençóis e local onde foi possível interagir com os macacos pregos que vivem no local.

 

A segunda parada foi no povoado de Mandacarú, pequeno vilarejo de pescadores onde é possível subir 160 degraus no Farol para contemplar a paradisíaca visão de dunas, do rio da foz e do oceano.

 

 

Nossa última parada foi em Caburé, braço de dunas localizada entre o Rio e o Mar. Esse local possui alguns restaurantes onde é possível almoçar, fazer passeio de quadrículo e tomar um banho de mar ou de rio. Passamos cerca de duas horas no local e retornamos para nosso hotel por volta das 15:00 horas.

 

Sobrevoo sobre o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses: para ter a real dimensão dos Lençóis Maranhenses a melhor maneira é fazendo o sobrevoo de avião pela região. O passeio tem duração de 30 minutos e custa em média R$ 300,00 reais por pessoa.

 

 

Durante o sobrevoo é possível conhecer de perto as principais atrações da área como o centro de Barreirinhas, Rio Preguiça, Vassouras, Pequenos Lençóis, Mandacarú, Caburé, Atins e os Grandes Lençóis. Vale muito a pena.

 

 

Visitar a orla de Barreirinhas: o centro de Barreirinhas possui alguns restaurantes legais, lojinhas de artesanato e é o local de onde partem alguns passeios. O centro é agradável e é bem legal para ir a noite jantar por lá.

 

Onde se hospedar nos Lençóis Maranhenses:

 

 

A região do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses possui 3 cidades que são procuradas para hospedagem: Barreirinhas, Santo Amaro e Atins. Nós optamos por montar nossa base na cidade de Barreirinhas, cidade de contempla o maior número de hotéis, possui uma estrutura intermediária para o turismo e é a cidade de onde saem todos os passeios para explorar a região.

 

Os lençóis não são um destino de luxo, na realidade se trata de um destino bastante exótico diferente de tudo que já vimos no mundo e que por se tratar de uma área desértica, de difícil acesso, e que possui uma grande proteção ambiental não possui uma estrutura de ponta como outros balneários de praia a exemplo de Jericoacoara, Ceará.

 

A cidade possui pousadas, hotéis e hosteis para todos os bolsos e gostos. Nós ficamos hospedados na Pousada Encantes do Nordeste e adoramos. A Pousada é linda, com uma estrutura bem bacana, decoração rústica e bastante confortável, ideal para relaxar depois de um longo dia de passeios na região. Para conhecer mais a pousada CLIQUE AQUI.

 

 

Os funcionários da pousada são bastante atenciosos e a gastronomia da pousada é muito boa. O café da manhã conta com frutas, doces, frios e várias delícias da culinária nordestina.

 

Eles também possuem um restaurante receptivo chamado de Bambaê onde são servidos almoço e jantar. O local é muito agradável e animado. Almoçamos no local uma vez e jantamos duas vezes. A comida é simplesmente deliciosa.

 

 

Clique aqui e confiram todas as opções de hospedagem que existem na cidade de Barreirinhas.

 

Outra cidade que também vem sendo uma ótima opção para quem pretende visitar os Lençóis Maranhenses é a linda cidade de Atins, que fica situada a beira mar e é o paraíso para quem pratica o Kitesurfe.

 

Em Atins recomendamos ficar hospedados na pousada de charme Jurará, que é dos mesmos proprietários da Pousada Encantes do Nordeste, e é bem decorada, confortável, com atendimento muito bom e com uma localização excelente na cidade. Para maiores informações clique aqui.

 
 
O que levar para os Lençóis Maranhenses:

 

 

A cidade é bem simples, portanto, recomendo levar roupas leves, sandália, óculos escuro, chapéu para se proteger do sol, repelente se for ficar próximo ao rio, protetor solar, água para os passeios, dinheiro pois alguns locais não aceitam cartão de crédito, material fotográfico e roupa de banho.

 

Seguro viagem:

 
Sempre que viajamos para o exterior fazemos seguro viagem internacional. Para essa viagem não poderia ser diferente. Fizemos nossa cotação através do Real Seguro Viagem que é uma empresa bastante seria e que nunca nos deixou na mão. Para fazer uma cotação é só CLICAR AQUI.

 

Aluguel de Carro:

 

Para quem gosta de comodidade e maior liberdade nas viagens faça a cotação para locação do seu carro por aqui. CLIQUE AQUI e faça seu orçamento sem compromisso.

 

O que achamos dos Lençóis Maranhenses:

 

 

Visitar os Lençóis maranhenses foi uma experiência única. A região é tão linda que entrou no nosso TOP 5 de destinos mais bonitos do Brasil. Recomendamos o destino para pessoas de todas as idades que tenham um vigor físico razoável e gostem de destinos que são ligados a natureza.

 

Não esperem luxo, mas tenho certeza que as lagoas de águas cristalinas e o sorriso no rosto do maranhense irão tocar seu coração e farão com que sua visita seja inesquecível. Qualquer dúvida é só perguntar que teremos o maior prazer em respondê-los.



Esse artigo foi lido 2700 vezes!


Texto Escrito Por:

Marcio Vital Valença

Advogado e explorador do mundo nas horas vagas. Conhece mais de 45 países em todos os continentes. Instagram @marcionomundo



Comentários

Publicidade




Booking.com

Seguro viagem geral 250x250

Encontre-nos no Facebook




Posts Relacionados


Dicas de São Luís do Maranhão

26 Jun 18

Dicas dos Lençóis Maranhenses: tudo sobre um dos destinos mais bonitos do Brasil

25 Jun 18

Posts Mais Populares


Alagoas: Dicas de São Miguel dos Milagres

Alagoas

Guia completo de Maceió

Alagoas

Praia do Patacho - uma das praias mais bonitas do Brasil

Alagoas