Marcio no Mundo




Desvendando o centro histórico de Salvador: atrações, restaurantes e hotéis


Publicado em 01 Jun 18



Booking.com



Salvador é muito mais do que Praia e Carnaval. A capital baiana também é cultura e possui um centro histórico repleto de atrações, história, opções de hospedagem e bons restaurantes.
 
Sempre que íamos à Salvador ficávamos hospedados na região de Praia (a grande maioria das vezes na região de Rio Vermelho) e fazia bastante tempo que não íamos na parte histórica da cidade! Na nossa última ida a cidade optamos por ficar hospedados no centro e explorar com calma suas atrações.
 
Essa região é tão importante que foi considera Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Recomendamos um ou dois dias inteiros para conhecer com calma suas atrações.
 
Fomos a convite do Fera Palace Hotel e passamos um final de semana maravilhoso! Confiram nosso vídeo com os melhores momentos da nossa viagem e aproveitem e se inscrevam em nosso canal do Youtube:
 
 
O que ver no Centro Histórico de Salvador:
 
Iniciem o tour pelo Elevador Lacerda, um dos principais símbolos da cidade e local onde é possível ter uma vista exuberante da Baía de Todos os Santos. Na praça onde fica o Elevador Lacerda existe a antiga e a nova Prefeitura da cidade e o letreiro com o nome SALVADOR. Nessa praça também é possível tirar fotos com algumas baianas que estão vestidas com a roupa típica delas. Se forem tirar fotos lembrem de ajustar o preço antes!
 
 
Depois siga pela Praça da Sé e visite o Monumento da Cruz Caída, local que homenageia o desaparecimento da Igreja da Sé que teve que ser demolida para construção da passagem dos bondes.
 
 
Siga em direção ao Terreiro de Jesus. Essa praça é bastante agradável e no seu entorno fica situada a Faculdade de Medicina, primeira escola de nível superior do país e a Catedral Basílica de Salvador.
 
 
Após o passeio pela praça vá até a Igreja e Convento de São Francisco, essa é sem dúvida a atração mais cobiçada do Centro Histórico. A igreja teve sua construção iniciada no século XVI e foi finalizado no século XVIII. São mais de 800 Kg de ouro que decoram seu interior. É impressionante a riqueza de detalhes. Para entrar na igreja é necessário pagar uma taxa simbólica de R$ 5 reais;
 
 
Do lado da Igreja de São Francisco existe a Igreja da Ordem Terceira do São Francisco. Essa igreja é linda e possui sua fachada toda esculpida em Pedra;
 
 
Ande mais um pouco e vá até o Largo do Pelourinho. Na minha opinião a parte mais bonita do centro histórico. Nessa região se concentram diversas atrações como a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos que foi construída no século XVIII e era frequentada pelos negros e escravos. Um fato curioso é que as missas são realizadas ao som de instrumentos típicos como o atabaque.
 
 
No Pelourinho também fica a Fundação Casa de Jorge Amado, local que tem como objetivo preservar o acervo de um dos maiores escritores do Brasil.
 
 
Do Pelourinho siga até o Carmo, região bastante visitada em Salvador que fica na parte alta do lado da parte antiga da cidade. Abriga importantes construções históricas, como o Convento e a Igreja do Carmo, a Igreja da Ordem Terceira do Carmo, a Igreja da Rua do Passo e a residência onde morou Castro Alves, na infância.
 
Foto: Gustavo Goes.
 
 
Onde se hospedar no centro histórico de Salvador:
 
Fera Palace Hotel: sem dúvida a melhor opção é o hotel Fera. Esse hotel foi inaugurado no ano de 2017 e foi construído em um prédio dos anos 30 no mesmo local onde funcionava o antigo hotel Palace em Salvador.
 
 
O hotel é lindo e conta com uma decoração impecável que conseguiu unir o luxo e o moderno sem perder a essência da arquitetura clássica dos anos 30.
 
O lobby do hotel é bastante luxuoso e é nele onde existe um bar e o restaurante aonde são servidos café da manhã, almoço e jantar. Por falar em comida a gastronomia do hotel é sensacional.
 
 
Os quartos são amplos, confortáveis e possuem todas as amenidades necessárias para um bom descanso depois de um dia agitado na capital baiana.
 
 
Outro ponto positivo do hotel é o seu rooftop. Nesta área fica um bar e uma bela piscina de borda infinita com uma vista de tirar o fôlego da Baía de Todos os Santos. O ambiente é ideal para tomar um drink e relaxar. Para conhecer mais do Fera Palace clique aqui.
 
 
Pestana Convento do Carmo: é um hotel histórico localizado no bairro Santo António no centro de Salvador, classificado pela UNESCO como Património Mundial. O Convento, inicialmente construído em 1586 pela Ordem Primeira dos Freis Carmelitas foi ao longo dos séculos, palco de grandes acontecimentos da história do Brasil. Esse hotel é bem legal mas fica um pouco mais afastado e não possui vista para Baía de Todos os Santos. Para conhecer mais sobre o hotel clique aqui.
 
 
Para quem procura uma opção mais em conta existem várias pousadas na parte histórica da cidade com preços bem convidativos. Cliquem aqui e confiram todas as opções de hospedagem do Centro de Salvador.
 
Onde comer no Centro Histórico de Salvador:
 
A culinária baiana é uma das minhas favoritas. E na região central de Salvador não poderia ser diferente! Existem vários bons restaurantes. Vamos aqui indicar alguns:
 
Cuco Bistrô: esse Bistrô fica situado próximo à Igreja de São Francisco e é o segundo restaurante do TripAdvisor. O ambiente é muito legal, a comida sensacional e os drinks idem. Pedimos uma moqueca mista para uma pessoa e comeu bem duas pessoas. Pedimos para acompanhar algumas caipiroscas de limão com caju e tudo estava delicioso;
 
 
Pysco: esse restaurante fica situado no Carmo, local próximo ao Pelourinho, quase em frente ao Convento do Carmo. O restaurante é bem legal e possui uma vista linda da Baía de Todos os Santos;
 
Maria Mata Mouro: indicado pela Veja como um dos melhores restaurantes de Salvador. Fica localizado em um casarão do século XVII. O ambiente é bastante agradável e a comida fantástica (relatos de um seguidor);
 
O Líder:  esse restaurante é bastante conhecido na região do centro. Infelizmente não tivemos tempo de ir, mas um o Tarcio, grande amigo meu que vai sempre a Salvador, me contou que o sanduiche de pernil com queijo do reino, o pastel de camarão e o malassado com tropeiro são deliciosos.
 
Dica extra: um restaurante imperdível que fica fora do centro histórico é o Restaurante Paraíso Tropical. Se você gosta da culinária baiana e da mistura do clássico com novos ingredientes pode ter certeza que você irá se apaixonar por esse lugar.
 
 
O Chef Beto Pimentel é quem comanda o local e é conhecido por inovar a culinária baiana com temperos e formas de preparo bem diferentes da usual. Vale muito a pena conferir esse lugar. De entrada pedimos um Siri mole frito (uma verdadeira iguaria) e uma saladinha deliciosa; de prato principal pedimos um Danda e uma mix de frutos do mar e tudo estava absolutamente perfeito. Uma explosão de sabores!
 
O que achamos do centro histórico de Salvador:
 
Foto: Gustavo Goes.
 
Ficar hospedado no centro histórico de Salvador e conhecer com mais calma suas atrações foi uma experiência maravilhosa. Sem dúvida recomendamos para todos os nossos seguidores conhecer esse lado cultural de Salvador. Não vemos a hora de retornar e curtir tudo isso novamente.
 
Qualquer dúvida que porventura tenham é só perguntar que teremos o maior prazer em respondê-los.


Esse artigo foi lido 1890 vezes!


Texto Escrito Por:

Marcio Vital Valença

Advogado e explorador do mundo nas horas vagas. Conhece mais de 45 países em todos os continentes. Instagram @marcionomundo



Comentários

Publicidade




Booking.com

Seguro viagem geral 250x250

Encontre-nos no Facebook




Posts Relacionados


Dicas da Ilha de Boipeba: atrações, passeios, pousadas e muito mais

20 Jun 18

Dicas de Morro de São Paulo: um paraíso na Bahia

18 Jun 18

Desvendando o centro histórico de Salvador: atrações, restaurantes e hotéis

01 Jun 18

Posts Mais Populares


Alagoas: Dicas de São Miguel dos Milagres

Alagoas

Guia completo de Maceió

Alagoas

Praia do Patacho - uma das praias mais bonitas do Brasil

Alagoas