Marcio no Mundo




Dicas de Jericoacoara: tudo que você precisa saber sobre esse paraíso


Publicado em 25 Jul 18



Booking.com



Jericoacoara é o destino de praia mais visitado do Ceará e é mundialmente famosa em decorrência das suas lindas praias, lagoas de água doce e cristalina, dunas, restaurantes cobiçados, picos para prática de kit surf e por suas diversas pousadas de charme.
 

Jeri como passou a ser carinhosamente chamada pelos turistas e locais é um local único no Brasil. Mesmo com todo crescimento a Vila conseguiu conservar o verdadeiro espírito pé na areia e todo charme e simplicidade da região.


Lagoa de Tatajuba.

 

Já fazia bastante tempo que queríamos conhecer essa charmosa cidadezinha cearense e foi no feriado do carnaval que resolvemos ir conhecer e vamos contar aqui todas as dicas desse destino surpreendente. Comecem vendo o vídeo dos melhores momentos da nossa viagem e depois leiam com calma o restante da matéria.

 

 

Quando ir para Jericoacoara:

 


Lagoa do Paraíso.

 

Jeri é um daqueles destinos que podem ser visitado o ano inteiro, porém, tenham cuidado com a época das chuvas. Durante esse período a região fica bem nebulosa e com chuva em abundância em determinados momentos do dia.

Os Melhores meses para visitar Jericoacoara são os meses de julho a dezembro. Durante esse período chove pouco e as lagoas estão bem cheias.

Já os meses com maior probabilidade de chuva são de fevereiro a abril. Neste período a incidência de chuva é constante, entretanto, se você estiver com viagem marcada para essa época fique despreocupado pois no Nordeste são raros os dias de chuva continua. Na grande maioria das vezes chove por uma ou duas horas e depois o sol aparece.

 

Em feriados nacionais a cidade costuma ficar bem cheia, mas nada de insuportável como acontece em outros balneários brasileiros. Fomos no carnaval e deu para fazer tudo de forma bem tranquila. Em relação ao tempo, pegamos um clima bem instável com dias com muitas nuvens, poucos momentos de sol forte e chuvas bem fortes em alguns momentos.

 

Como ir para Jericoacoara:

 

Lagoa de Tatajuba.


Jericoacoara fica a 300 km de Fortaleza, capital do Ceará, a 200 km de Parnaíba, Piauí, e a 385 Km de Barreirihas, no Maranhão. As melhores opções de se chegar em Jericoacoara são:


De avião: o aeroporto de Jericoacoara inaugurou em 2017 e atualmente recebe alguns voos diários operados pela Azul e pela Gol. O aeroporto fica localizado no município de Cruz, a 12 km de Jijoca e a 32 km de Jericoacoara. Para ir do aeroporto até o centrinho de Jeri é possível contratar um transfer privativo, táxi ou transfer compartilhado.

De Fortaleza até Jeri a melhor opção é contratando um transfer privativo. Existem duas opções: uma via praia e outra via asfalto. Optamos por ir pelas praias e voltar via asfalto. Contamos toda nossa experiência em um post. Clique aqui.


O legal dessa opção chamada "via praia" é que é possível conhecer várias praias lindas que ficam entre Fortaleza e Jeri. O passeio é feito em uma confortável 4x4 e dura cerca de 8 horas o trajeto pelas praias e o pelo asfalto cerca de 4 horas.

 

Na opção praias conhecemos as seguintes praias e amamos todas: Lagoinha, Guajirú, Flexeiras, Mundaú, Praia da Baleia, Icaraizinho de Amontada, Praia do Preá e Praia de Jericoacoara.

 

Também é possível ir de carro alugado, sendo que não é possível transitar dentro da Vila e tem que deixar o carro no estacionamento que existe do lado de fora de Jeri.

 

Por fim, outra opção é indo de ônibus desde Fortaleza até Jijoca e de lá pegar um transfer até sua pousada em Jeri. Essa opção é a mais econômica e é bastante procurada!

 

Dicas e curiosidades de Jericoacoara:
 
Vista aérea da Duna do pôr do sol.
 
Taxa: os turistas que pretendem visitar Jeri têm que pagar uma taxa de turismo de 5 reais por dia e a taxa é paga no momento de chegada na Vila. Basta apresentar documento e pagar. Lembrem de guardar o comprovante, pois ele é pedido no momento da entrada e da saída da vila.
 
Preços: Jericoacoara é um destino para todos os bolsos e gostos. Na vila existem opções de pequenas pousadas até luxuosos hotéis. A mesma coisa acontece com alimentação e passeios.   OBS.: Levem dinheiro em espécie, pois não vimos nenhum banco no centrinho e alguns estabelecimentos não aceitam cartão;
 
Animação: a Vila de Jeri é bastante animada, principalmente, durante os finais de semana e feriados prolongados. São vários bares e restaurantes que existem no centrinho e vários deles possuem música ao vivo. Também aos finais de semana existe na praia várias barraquinhas vendendo drinks e um DJ que fica tocando até tarde;
 
Quantos dias passar em Jeri: recomendamos passar no mínimo 4 dias inteiros na região. Dois dias para curtir a Vila e a praia principal e 2 dias para fazer os passeios do lado oeste e para o lado leste.
 
Principais atrações e passeios de Jericoacoara:
 
Existem basicamente dois passeios em Jericoacoara. O passeio para o lado leste (roteiro pedra furada, árvore da preguiça, praia preá, lagoa azul e lagoa do paraíso) e o passeio para o lado oeste (roteiro do cavalo marinho, travessia de balsa, trilha do mangue, dunas de tatajuba e lago grande).

Fizemos ambos os nossos passeios com a empresa Lulu Passeios Jeri @lulupasseiosjeri e recomendamos. A empresa possui um serviço de primeira com guias bastante capacitados e veículos em ótimo estado de conservação.

No primeiro dia fizemos o passeio de buggy para o lado leste (cabem 4 pessoas e pagamos cerca de R$ 350,00 o buggy) e visitamos a seguintes atrações:
 
 
Pedra Furada: é um dos principais cartões postais da região. Existem duas formas de se chegar até ela: indo da praia central andando e indo de carro até o ponto mais próximo e depois fazer uma curta caminhada pela areia. Indo da praia central de Jeri são cerca de 4 km de caminhada e indo de carro são cerca de 1 km até lá. Na alta estação é comum a presença de filas para tirar foto.
 
 
Não achamos nada demais na atração, contudo, estando por lá é besteira não fazer o passeio. Lembrem de comprar água para levar no caminho por que o sol é bem forte e não existe estrutura no caminho.
 
Árvore da Preguiça: essa atração fica entre Jeri e a Praia do Preá. Trata-se de uma árvore que em decorrência dos fortes ventos da região cresceu de uma forma engraçada como se estivesse deitada. Na alta estação é comum a presença de filas para tirar foto;
 
 
Praia Preá: essa praia fica do lado da praia de Jeri e é bastante procurada pelos turistas. Na região existem várias barracas de praia onde é possível comer admirando o mar. Não deixem de tirar foto do letreiro com o nome da praia! É bem interessante;
 
 
Lagoa Azul: No passado essa era uma das principais atrações da região, porém, com a seca que assolou a região nos últimos anos a lagoa secou bastante e hoje não é tão cobiçada como a Lagoa do Paraíso;
 
 
 
Lagoa do Paraíso: foi a atração que mais gostamos da viagem. A lagoa realmente é linda e o Beach Club que existe no local possui uma grande estrutura.
 
 
O Beach Club se chama Alchymist e na época que fomos nos foi cobrada uma taxa de 20 reais por pessoa para entrar. O ambiente é enorme e existe diversas áreas. Ficamos na área da praia em cadeira de plástico e não precisamos pagar nada para sentar, apenas a consumação. Os preços do cardápio são carinhos, mas nada que seja impraticável.
 
 
Nas lagoas existem diversos redários onde é possível tomar um banho e depois relaxar nas redes. Na alta estação elas são bem concorridas. Existe ainda caiaques, SUP e outros equipamentos náuticos que podem ser alugados a parte.
 
 
Outro passeio que fizemos em Jeri foi o passeio de quadriciclo pelas atrações do lado oeste. Novamente contratamos a empresa Lulu Passeios Jeri e fechamos um quadri por casal. O passeio custou R$ 400 reais o casal e tem duração média de 5 horas. Durante o passeio visitamos as seguintes atrações:
 
 
Esse passeio foi o que mais gostamos. Pilotar o quadri pelos cenários paradisíacos de Jeri é simplesmente maravilhoso. Esse passeio é feito com um guia que vai na frente orientando o pessoal durante todo o percurso.
 
 
Assim que saímos de Jeri atravessamos a duna do pôr do sol e seguimos rumo ao oeste onde fizemos uma travessia de balsa com os quadriciclos. Após a travessia fizemos trilha do mangue, local bem interessante onde existem vários balanços no manguezal. O local é lindo e ideal para tirar algumas fotos.
 

 

De lá percorremos cerca de 18 km pelas Dunas de Tatajuba. Para quem gosta de emoção é possível descer as dunas com o quadriciclo! Tudo isso supervisionado pelo guia.

 

 

No meio das dunas paramos em um imenso lago onde existia uma grande tirolesa (vejam no nosso vídeo) onde era possível descer até a lagoa. Para descer na tirolesa era preciso pagar uma taxa de R$ 15 reais e dava direito a duas decidas. Achamos bem interessante.

 

Por fim, fizemos uma parada na Lagoa de Tatajuba onde almoçamos em um restaurante que existia por lá. A comida estava deliciosa! Pena que pedimos tudo sem olhar os preços no cardápio e na hora da conta fomos surpreendidos com preços extorsivos. Acredito que o preço seja outro totalmente diferente no cardápio.

 

 

A Lagoa de Tatajuba é linda e também possui uma estrutura legal. É possível alugar SUP, caiaque e descer em uma espécie de toboágua que existe nas dunas.

 
 
Atrações no centro de Jeri: recomendamos passar pelo menos dois dias livres no centrinho de Jeri conhecendo suas atrações e curtindo os diversos restaurantes e lojinhas que existem no centro. Não deixem de visitar as seguintes atrações:
 
 
Praia do centro: a praia principal de Jeri não é tão bonita, entretanto, em contrapartida existem vários bons restaurantes e bares que ficam a beira mar onde é possível passar o dia relaxando com uma boa estrutura. Também é possível alugar cadeiras de praia, sobreiro e equipamentos náuticos por lá.
 
 
Essa  praia fica em uma espécie de enseada que fazendo com que as ondas entrem lateralmente fazendo com que o local seja ideal para prática de SUP e SURF, principalmente para os iniciantes.
 
 
Duna do Pôr do Sol: a poucos metros do centrinho de Jeri existe uma duna imensa onde no final da tarde a turistada se reúne para ver o pôr do sol. O diferencial de Jeri é que diferentemente da maioria dos destinos do Brasil o sol se põe no mar. 
 
 
Centro: o centrinho de Jeri é um verdadeiro charme. Não deixem de ir todas as noites percorrer suas ruelas e curtir os inúmeros restaurantes, bares e lojinhas que existem por lá.
 
 
 
Onde se hospedar em Jericoacoara:
 
 
Jeri possui diversas pousadas de charme onde é possível curtir a região com todo conforto necessário para aproveitar da melhor forma possível. As pousadas que recomendamos são:
 
 
Vila Kalango: é uma das pousadas mais desejadas da região. Ela fica situada bem próximo da praia e fica entre a Duna do Pôr do Sol e a praia. O local é lindo e tem um ambiente bem rústico e ao mesmo tempo sofisticado. Para conhecer melhor esse paraíso clique aqui.
 
 
Foto do site do hotel.
 
Hotel Essenza: outro lugar bastante badalado é o hotel Essenza. Na realidade ele é o grande ícone de Jeri. Ela é muito famosa por dois motivos: a grande maioria dos quartos possuem uma piscina de vidro privativa e por ficar em frente à praia na melhor localização da cidade. Como fomos no carnaval os pacotes estavam impraticáveis. Se fossemos em outra época ficaríamos sem dúvida uma ou duas diárias por lá. Conheçam mais do hotel clicando aqui:
 
 
Pousada WindJeri: fica situada no centrinho da vila e possui uma piscina bem legal e quarto bem decorados. Dois casais de amigos já se hospedarem por lá e adoraram. Veja mais sobre a pousada aqui:
 
 
Hurricane Jeri: fica situada e poucos passos da praia. O hotel possui um amplo jardim e uma piscina com vista para o mar. Façam sua reserva clicando aqui:
 
 
Pousada Maxitalia Beach: pousada com ótima localização e excelente custo x benefício. Para quem não quer gastar muito com hospedagem e ao mesmo tempo quer um lugar agradável essa pousada é uma ótima opção. Ficamos nela no carnaval e adoramos. Confiram a pousada clicando aqui:
 
 
 
 
Onde comer, lanchar e beber em Jericoacoara:
 
 
Está aí um assunto difícil de falar e indicar. Jeri tem uma Vila muito bem servida de restaurantes, bares e lanchonetes. Vamos aqui dar dicas de locais que visitamos e outros que foram dicas de seguidores e amigos:
 
 
Locais para refeições:  Club dos Ventos, Pousada Vila Kalango, Bistrô Caiçara, Na Casa Dela, Tamarindo,  Lagosteiro,  Rústico e Acústico, Dona Amélia e o Pimenta Verde.

Locais para tomar um drink: Café Jeri, local ideal para curtir o final de tarde com boa música, ótimos drinks e uma vista maravilhosa da cidade; Chili Beach, lugar ideal para um Happy Hour; e o Samba Rock, bar que fica no meio da cidade com um astral maravilhoso, boas bandas e ótimos drinks.

 
 
Lugares para um lanche rápido: EAT, sanduicheria simplesmente perfeita. Não deixem de ir nesse local logo nos primeiros dias para poder repetir depois. Fomos apenas no último dia e ficamos tristes de não ter ido outro dia; creperia naturalmente: fica situada a beira mar da praia principal e é muito recomendada.
 
 
O que achamos de Jericoacoara:

 

 

Voltamos encantados com o que vimos em Jeri. Realmente o destino faz jus à fama que tem de ser um dos destinos de praia mais bonitos e desejados do Brasil. Recomendamos o destino para pessoas de todas as idades, classes sociais, casais apaixonados, casais com filhos e pessoas solteiras.

 

Espero que nosso guia tenha ajudado e qualquer dúvida que tenham é só perguntar que teremos o maior prazer em respondê-los.



Esse artigo foi lido 5305 vezes!


Texto Escrito Por:

Marcio Vital Valença

Advogado e explorador do mundo nas horas vagas. Conhece mais de 45 países em todos os continentes. Instagram @marcionomundo



Comentários

Publicidade




Booking.com

Seguro viagem geral 250x250

Encontre-nos no Facebook




Posts Relacionados


Dicas de Jericoacoara: tudo que você precisa saber sobre esse paraíso

25 Jul 18

Dicas de Icaraí de Amontada: um paraíso no Ceará

23 Jun 18

Dicas de Fortaleza: atrações, hotéis, restaurantes e muito mais

12 Mar 18

Posts Mais Populares


Alagoas: Dicas de São Miguel dos Milagres

Alagoas

Guia completo de Maceió

Alagoas

Praia do Patacho - uma das praias mais bonitas do Brasil

Alagoas