Marcio no Mundo




Dicas de Cape Town: uma das cidades mais bonitas do mundo


Publicado em 03 Set 18



Booking.com



Cape Town é a segunda maior cidade da África do Sul e a cidade mais visitada do país! A Cidade do Cabo é mundialmente conhecida pelas suas belas atrações turísticas, por suas praias, belezas naturais, excelente infraestrutura, gastronomia maravilhosa, vinícolas e por seu povo acolhedor.

 

Cabo da Boa Esperança.

 

Conseguimos visitar a Cidade do Cabo na nossa segunda ida à África do Sul. Na primeira ida fizemos apenas um rápido stopover em Joanesburgo e tivemos apenas a oportunidade de conhecer Joanesburgo, Pretoria e fazer um rápido Safári em Pilanesberg.

 

Já na nossa segunda visita à África do Sul optamos por conhecer Cape Town e as vinícolas nos seus arredores (Stellenbosch e Franschhoek)! Quem nos acompanha aqui sabe que sempre que podemos encaixamos vinícolas nas nossas viagens pois somos completamente apaixonados por vinhos e pelo ambiente das vinícolas com sua alta gastronomia.

 

 

Nesse mesmo roteiro aproveitamos para visitar a linda Ilha de Zanzibar na Tanzânia e também para fazer um safári mais selvagem no Quênia, mais especificamente em Masai Mara, considerado o melhor safári do mundo por muitas revistas e empresas especializadas no assunto. 

 

Pois bem. A Cidade do Cabo é a capital legislativa da África do Sul e possui cerca de 3,7 milhões de habitantes. Para quem não sabe a África do Sul possui três capitais: Pretória (capital executiva), Cidade do Cabo (a capital legislativa) e Bloemfontein (a capital judiciária).

 

Hout Bay.

 

Neste GUIA daremos informações bem detalhadas sobre a Cidade do Cabo a fim de orientar o viajante a montar seu roteiro com uma maior facilidade. Assistam para ilustrar a matéria o nosso vídeo com os melhores momentos da nossa viagem e aproveitem e se inscrevam no nosso canal do YouTube:

 

 

Informações gerais da África do Sul:

 

 

Brasileiros que viajam a turismo ou negócios por até 90 dias para a África do Sul não precisam de visto. Para entrar na África do Sul é necessário ter o Certificado Internacional de Vacinação contra a febre amarela demonstrando que o viajante tenha tomado a vacina com pelo menos 10 dias antes da viagem. Não pediram para ver o nosso mais é imprescindível ter em mãos.

 

Vista da Table Mountain.

 

A moeda da África do Sul é o Rand Sul Africano (ZAR). Levamos dólar e euros em espécie e fizemos nossa troca na cidade. Como sempre fazemos na grande maioria dos países que visitamos trocamos uma pequena quantidade de dinheiro no aeroporto (pois na grande maioria das vezes não possui um câmbio favorável) e trocamos o restante no centro da cidade, mais especificamente na região de Waterfront nos diversos shoppings que existem por lá.

 

A África do Sul possui cerca de 11 idiomas! Entretanto, pode ficar despreocupado pois a grande maioria da população fala inglês tornando a comunicação bem acessível. 

 

Mão inglesa: quem for alugar carro tenham em mente que a mão é inglesa! Mas acredite após poucos minutos dirigindo o cérebro acostuma e você nem vai sentir a diferença.

 

NÃO PODE BEBER ÁLCOOL em locais públicos. 

 

Fuso horário: a África do Sul encontra-se 5 horas à frente do horário de Brasília. 

 

Horários: os restaurantes e o comércio em geral fecha bastante cedo! O comércio fecha por volta das 18 horas, os shoppings por volta das 21 e 22 horas e os restaurantes por volta das 22 horas.

 

Tax Refund: parte do valor gasto com compras pode ser reembolsado. Alguns produtos podem ter o VAT devolvido. Como não fizemos compras não solicitamos a devolução, mas para quem vai fazer pode ser uma boa ideia.

 

Como ir para Cape Town: 

 

 

Não existem voos diretos do Brasil para Cape Town. Do Brasil para África do Sul apenas algumas empresas fazem esse trajeto. As principais empresas são South África Airways, a Latan, Taag (empresa angolana) e a Avianca.

 

A melhor maneira de se chegar até Cape Town é comprando um voo até Joanesburgo e de lá pegando trecho interno até Cape Town ou ido via Luanda, Angola, pela Taag e fazendo conexão por lá e pegando um voo direto até Cape Town.

 

Na nossa primeira ida fomos com a empresa sul africana South África Airways e adoramos! Aeronave nova, atendimento de bordo bom e sistema de filmes bastante atualizado. Já na nossa segunda vez pegamos uma promoção pela empresa angolana Taag e ficamos encantados com a a aeronave e com o atendimento. Sem dúvida uma excelente opção. Sem contar que suas tarifas costumam ser maravilhosas. Pagamos cerca de R$ 1600 reais no trecho São Paulo - Cape Town e Joanesburgo - São Paulo.

 

Quando ir para Cape Town:

 

 

Cape Town é uma daquelas cidades que podem ser visitadas durante todo o ano! A cidade possui basicamente duas épocas: o verão e o inverno. 

 

No verão, período que vai de dezembro a março, a temperatura média é de 21 graus e chega facilmente aos 30 graus em dias mais quentes. Nesse período o clima émais seco, chove bem pouco e a Cidade costuma ficar bem cheia de turistas e as praias lotadas (tenham em mente que a água do mar é fria o ano inteiro, mas no verão costuma ser mais fria do que no inverno em razão de um fenômeno climático).

 

Já no inverno a média da temperatura é de 13 graus durante o dia e a noite 8 graus. Durante o inverno é comum a presença de chuvas e tempo nublado!

 

Dica importante: a cidade venta praticamente o ano inteiro então procure sempre levar um casaquinho mesmo no verão. 

 

Como se locomover na Cidade do Cabo:

 

 

As atrações da Cidade do Cabo se concentram afastadas uma das outras sendo impossível fazer tudo à pé. Além disso, o transporte público da cidade não é tão bom.

 

As melhores opções de transporte na nossa opinião são dois: Táxi / Uber e aluguel de carro. O Uber funciona perfeitamente bem em Cape Town e os preços são bem baratos. 

 

O problema é que algumas atrações como Cabo da Boa Esperança, Hout Bay, vinícolas e varias outras ficam bem asfaltadas da parte central da cidade fazendo com que a logística com Uber ou táxi não seja tão interessante nesses dias.

 

Já o aluguel de carro tem a facilidade de lhe deixar mais a vontade durante a viagem e fazer tudo na sua hora. Alugamos carro no aeroporto de Cape Town e foi super tranquilo. 

 

Dicas importantes: a mão na Cidade do Cabo é inglesa e precisa de PID - Permissão Internacional para Dirigir. Não pediram a nossa, mas é importantíssimo tê-la em mãos. 

 

Em relação a mão inglesa podem ficar despreocupado. Achamos bem tranquilo dirigir. As estradas são perfeitas e super sinalizadas. Usamos o Google Maps e foi bem tranquilo para achar os pontos de interesse na cidade. 

 

Principais atrações da Cidade do Cabo:

 

Table Mountain: sem dúvida uma das principais atrações da cidade e uma das montanhas mais famosas da África. O legal da montanha é que ela é tão imponente que pode ser avistada de praticamente todos os locais da cidade. 

 

 

É possível subir na atração de bondinho ou através de uma caminhada de mais ou menos um hora! Para subir no bondinho é preciso comprar um ticket que custa cerca de 290 rands ida e volta (http://www.tablemountain.net/).

 

 

O clima na África do Sul costuma mudar de uma hora para outra, portando, na primeira brecha de sol que tiver faça o passeio sem pestanejar. Uma dica importante é olhar no site acima e verificar o status antes de ir. 

 

No nosso caso optamos por subir no bondinho e a vista é maravilhosa! Único problema é que como fomos na altíssima estação pegamos quase uma hora e meia de fila para subir na atração. 

 

A vista do alto é espetacular e é possível ter uma vista panorâmica de praticamente toda cidade. Destaque para região de Camps Bay e Clifton que conseguem ser ainda mais bonitas do alto.

 

 

V&A WaterFront: uma das regiões mais visitadas da cidade tanto pelos turistas como pelos locais. Trata-se de um complexo repleto de lojas, bares, museus, e restaurantes. O local é ideal para ir em qualquer horário. 

 

 

O WaterFront foi revitalizado nos anos 90 e atualmente é a atração turística mais visitada de todo o continente africano. São diversas as atrações que existem no completo. As principais atrações são: o Victoria Wharf, Clock Tower e o Alfred Mall são os shoppings que existem na região. O primeiro é bem grande e os outros dois são menores;  Watershed, local onde é possível comprar artesanato de ótima qualidade; mais de 80 restaurantes e o V&A Food Market, mercado com varias opções de barracas vendendo de tudo.

 

 

Outras atrações legais que existem no WaterFront: roda gigante Cape Wheel e o Aquário Two Oceans que possui espécies tanto do Oceano Atlântico como do Oceano Índico. 

 

Praticamente todos os dias da nossa viagem após fazer todas as programações terminávamos o dia em um dos vários restaurantes da região tomando um bom vinho e curtindo o pôr do sol da região.

 

Na região do Waterfront também é possível contratar os diversos passeios que existem na cidade! São vários os quiosques das empresas que vendem os passeios. Além disso, é desta região onde saem o passeio de helicóptero, o passeio para o pôr do sol de barco, o passeio para Robben Island, entre vários outros.

 

Lion’s Head: essa montanha fica vizinha a Table Mountain e possui uma vista magnífica da cidade. A trilha até o topo é considerada mediana e o trajeto tem duração de uma hora e meia. Infelizmente não tivemos tempo de fazer esse passeio, mas caso você tenha considere fazê-lo pois achamos os relatos muito interessantes. 

 

Passeio de helicóptero: na minha opinião o tour de helicóptero é imperdível. Durante o passeio é possível ter uma visão completamente diferente da cidade. Ver a Table Mountain e as diversas atrações da Cidade do Cabo do alto foi sensacional. 

 

 

Diversas empresas fazem esse passeio. Contratamos o nosso com a empresa Cape Town Helicopters e custou 120 usd (1650 rands) o passeio mais básico que teve duração de 20 minutos e mostrou as principais atrações da parte central de Cape Town até a Baía de Hout Bay.

 

 

Conhecer o bairro de Bo Kaap: esse bairro fica situado em uma área bem central da cidade e é bastante procurado pelos turistas por suas casas coloridas e por possuir uma cultura bem diferente. 

 

Em decorrência da grande quantidade de escravos que foram trazidos do Sudeste Asiático esse bairro da Cidade do Cabo é de maioria muçulmana e também é um dos locais onde existe uma grande concentração de intercambistas. 

 

Atrações nos arredores de Cape Town:

 

Cabo da Boa Esperança, Cape Point, Boulders Beach e Chapman’s Peak: Esse passeio é imperdível para quem visita a Cidade do Cabo. É possível tanto fazê-lo por conta própria (de carro) como através de passeio contratado (o passeio é vendido como Cape Penisula Tour). Como alugamos carro na região fizemos esse passeio por conta própria.

 

 

Boulders Beach: essa Praia fica situada no simpático vilarejo de Simon’s Town, a mais ou menos uma hora de Cape Town. Para chegar até o local é bem fácil e a estrada é super bem sinalizada. 

 

 

A Boulders Beach também é conhecida como Praia dos Pinguins e é um dos principais cartões postais da cidade. Para entrar na Praia de Boulders precisa pagar uma taxa de 75 Rands e dá acesso tanto a praia normal onde é possível tomar um banho como no mirante da Praia fechada unicamente para os pinguins. O acesso é feito por uma passarela de madeira onde é possível a todo instante ver algumas das espécies de pinguins que existem na região.

 

 

Tanto o Cabo da Boa Esperança como o Cape Point ficam situados dentro do Cable Mountain National Park. O Cabo da Boa Esperança é o pedaço mais ao sul do continente africano. A visita a essas atrações é imperdível seja pela sua beleza estonteante, seja pela sua riqueza histórica e pela sua fauna e flora incríveis.

 

 

O Cape Point possui uma certa estrutura com lojinhas de souvenir, banheiro e restautante. Para chegar até o topo é possível ir tanto andando subindo a escadaria que existe no local como de funicular (paga uma taxa extra de 65 rands por pessoa ida e volta).

 

 

A vista do Cape Point é belíssima! No local é possível ver a estação de análise da qualidade do ar da Global Atmosphere Watch (GAW), o farol que existe para orientar os navios e se tiver sorte observar as baleias que migram na região.

 

 

Entre o Cape Point e o Cabo da Boa Esperança é possível observar a linda flora e fauna da região. Diria até que é um mini safári. Prepare-se para ver vários babuínos; avestruzes e bonteboks, espécie de antílope que existe na África do Sul. 

 

 

Kirstenbosch Botanic Gardens: é o principal jardim botânico da cidade e foi declarado Patrimônio Mundial da UNESCO em 2004. No local é possível varias espécies de plantas da África. O jardim fica situado aos pés da Table Mountain e o ponto alto é a passarela de 130 que passa por cima de varias árvores do parque. Infelizmente não tivemos tempo de visitar essa atração, mas vários amigos nossos foram e adoraram. 

 

Robben Island: é uma atração com grande importância histórica. A Ilha já foi hospital, base militares e prisão. Foi neste local onde Nelson Mandela ficou preso durante 18 anos na época do regime do Apartheid.Para chegar até a Ilha é bem fácil. Diariamente vários barcos partes do V&A WaterFront. 

 

Conhecer as praias mais famosas de Cape Town: Camps Bay e Cliffton. Clifton é uma das praias mais famosas de Cape Town. A praia é dividida em 4 praias separadas por um trecho de pedras. Todas lindas, com areias branquinhas e mar azul turquesa. O grande problema do litoral africano é a temperatura da água, que fica na média de 10 a 16 graus o ano todo. Isso se deve ao fato das correntes marítimas que existem na região.

 

 

Um pouco mais adiante é a famosa praia de Camps Bay, a mais famosa e badalada da cidade. Um passeio pela orla é uma atração imperdível para quem visita a cidade! O local é lindo e repleto de bares e restaurantes. Ideal para curtir o fim da tarde e ver o lindo pôr do sol. 

 

Dica extra: se você tiver com tempo na cidade vale a pena visitar a praia de Bloubergstrand, local onde os praticamente de kitesurf vão é que possui uma vista deslumbrante da Table Mountain, uma das sete novas maravilhas do mundo. 

 

Vinícolas nos arredores de Cape Town (Cape Winelands):

 

 

A África do Sul é um paraíso para os amantes dos vinhos! As três principais regiões são Constantia, Stellenbosch e Franschoek, todas elas situadas nos arredores de Cape Town.

 

Na região de Constantia o destaque vai para a vinícola Groot Constantia, mais antiga vinícola da África do Sul, considerada patrimônio tombado pela Província Ocidental do Cabo, localizado no bairro de Constantia na Cidade do Cabo, África do Sul. 

 

Stellenbosch fica a 70 km da Cidade do Cabo e é a região mais procurada pelos turistas. Nesta região visitamos a Vinícola Tokara e a famosa Delaire Graff State, ambas espetaculares. 

 

Mas nossa região preferida foi sem dúvida Franschhoek, situada a 89 km de Cape Town, foi nessa região que optamos por montar base e explorar por três dias as vinícolas da África do Sul. Leiam mais sobre a nossa experiência clicando aqui.

 

 

Mergulho com Tubarão Branco: Infelizmente não fizemos esse mergulho pois optamos por curtir mais a cidade! Porém, meu grande amigo André Villar fez o passeio e adorou. O passeio acontece na cidade de Gansbaai, que fica a uns 170km de Cape Town. Praticamente todas as operadoras que fazem o mergulho oferecem o traslado de Cape Town até Gansbaai. O passeio dura praticamente um dia inteiro pois o trajeto é longo e a busca pelos tubarões pode demorar minutos ou horas. 

 

 

Mergulho com focas em Hout Bay: esse passeio ainda é muito desconhecido em Cape Town. Se você gosta de mergulhar de snorkeling essa atração é IMPERDÍVEL. O Passeio custa cerca de 60 usd e o mergulho com as milhares de focas acontece na Duiker Island, Ilha próximo a Hout Bay, uma das praias mais bonitas de Cape Town. 

 

 

Onde se hospedar em Cape Town:

 

 

A grande maioria dos turistas que visitam a Cidade do Cabo escolhem ficar hospedados em duas regiões: nos arredores do V&A WaterFront e nos arredores de Camps Bay, Praia mais badalada da cidade.

 

A cidade de Cape Town possui uma ótima rede hoteleira com preços um pouco acima da média das outras cidades da África do Sul, mas nada que seja proibitivo, muito pelo contrário, os preços são mais em conta que os praticados nas grandes cidades do Brasil.

 

A região do Waterfront é ideal para quem quer circular pela cidade à pé! Nessa região tem tudo que um turista precisa (mercados, shoppings, restaurantes, área de lazer). Algumas opções de hotéis nessa região: Victoria & Alfred Hotel, Radisson Blu, One and Only Cape Town e o Cape Grape.

 

 

Outra região bastante procurada é Camps Bay, região de praia com paisagens incríveis, lojas e ótimos restaurantes. Essa região fica um pouco mais afastada da área central mas se tiver de carro não terá nenhum problema. Alguns hotéis legais em Camps Bay: The Bay, Camps Bay, Camps Bay Retrat Boutique e o Glen Beach Villas.

 

 

Quer conhecer mais sobre os hotéis de Cape Town? Clique aqui e reservem seus hotéis através dos nossos links (banners) do Booking e do hoteis.com que estão presentes no site! Ganhamos com isso uma pequena comissão e você não terá nenhum custo extra com isso! Apenas estará nos ajudando a postar todo esse conteúdo grátis.

 

 

Onde comer em Cape Town: 

 

 

A gastronomia da África do Sul nos surpreendente bastante. É incrível como desde os pequenos restaurantes até os mais sofisticados a gastronomia é levada muito a sério. Visitamos diversos restaurantes na região de WaterFront e em Camps Bay. Vejamos os que mais gostamos: 

 

The Serveruga Restaurant: esse foi um dos melhores restaurantes que fomos em Cape Town. Fica situado em WaterFront e possui uma vista fantástica para a Table Mountain. Pedimos de entrada ostras e vieiras e de prato principal um mixed de sushis e um peixe e tudo estava delicioso. Recomendo reservar pois o restaurante é bastante cobiçado;

 

La Parador: Bar situado à beira mar de Camps Bay, vizinho ao famoso Café Caprice. Fomos para ele apenas para tomar bons drinks e foi nele onde tomamos o melhor drink com Gin das nossas vidas;

 

The Bungalow: restautante situado entre as praias de  Camps Bay e Clifton. O local é bastante badalado possui uma comida deliciosa e uma vista linda;

 

Café Caprice: esse é sem dúvida o local mais badalado de Camps Bay. Ver o pôr do sol no local tomando bons drinks é imperdível;

 

Nobu: restaurante bastante conceituado que existe em diversos locais do mundo (Dubai, Nova Iorque, Hong Kong). O Nobu de Cape Town fica situado no One&Only e se você gostar de um restaurante mais sofisticado ele pode ser uma excelente pedida;

 

Market on The Wharf: trata-se de um mercado repleto de lojinhas onde é possível comprar diversos tipos de comida! Desde doces até cervejas artesanais. Na nossa opinião é uma parada obrigatória para quem visita a Cidade do Cabo;

 

Michels Cervejaria: fica situada no WaterFront e possui ótimos drinks, cervejas artesanais e petiscos;

 

Outros restaurantes que nos foram muito bem recomendados, mas que infelizmente não tivemos tempo de ir: Osteria Tarantino, Harbour House, Chefs Warehouse e o Pigalle.

 

Seguro viagem:

 

Sempre que viajamos para o exterior fazemos seguro viagem internacional. Para essa viagem não poderia ser diferente. Fizemos nossa cotação através do Real Seguro Viagem que é uma empresa bastante seria e que nunca nos deixou na mão. Para fazer uma cotação é só CLICAR AQUI.

 

O que achamos de Cape Town:

 

 

Amamos conhecer a Cidade do Cabo! O destino merece ser explorado várias vezes. A cidade é uma mistura de Rio de Janeiro + Sydney + Miami + São Francisco, ou seja, um destino perfeito. Sem dúvida recomendamos a cidade para pessoas de todas as idades, gostos e bolsos.

 

Não vemos a hora de voltar para esse destino lindo! Espero que nosso GUIA tenha ajudado e qualquer dúvida é só perguntar que teremos o maior prazer em respondê-los.



Esse artigo foi lido 4816 vezes!


Texto Escrito Por:

Marcio Vital Valença

Advogado e explorador do mundo nas horas vagas. Conhece mais de 45 países em todos os continentes. Instagram @marcionomundo



Comentários

Publicidade




Booking.com

Seguro viagem geral 250x250

Encontre-nos no Facebook




Posts Relacionados


Dicas de Cape Town: uma das cidades mais bonitas do mundo

03 Set 18

Dicas de Franschhoek e Stellenbosch: desvendando as vinícolas da África do Sul

07 Mai 18

Um inesquecível Safari na África do Sul

02 Jul 17

Posts Mais Populares


Alagoas: Dicas de São Miguel dos Milagres

Alagoas

Guia completo de Maceió

Alagoas

Praia do Patacho - uma das praias mais bonitas do Brasil

Alagoas