Marcio no Mundo




Fernando de Noronha: dicas para planejar sua viagem


Publicado em 12 Dez 17



Booking.com



Pode-se dizer que essa pequena ilha do nordeste do Brasil é a menina dos olhos de muita gente. Reduto de celebridades, artistas, adoradores de mergulho, ambientalistas e turistas em busca de paraísos, Fernando de Noronha é, sem dúvidas, um lugar para se apaixonar.

 

 

Embora estivesse na nossa bucket list há muitos anos, o sonho de conhece-la ficava sendo postergado cada vez que nos deparávamos com os preços de passagem, hospedagem e passeios. Muitas vezes, acabava saindo mais caro que uma mega viagem internacional. Mas essa sorte mudou quando passamos a acompanhar as promoções e encontramos uma passagem imperdível. Emitimos sem pensar duas vezes e ficamos quase um ano esperando o grande dia chegar.

 

 

Era final de setembro quando pisamos no paraíso. Para muitos, a época mais recomendada para se estar na Ilha: uma garantia de mares calmos, quentinhos e cristalinos e visibilidade da água ao máximo para mergulho. 

 

Foto com @meudome

 

Mas um swell fora de época pegou a todos de surpresa, modificando um pouco a paisagem e nossos planos. Mas, nada que prejudicasse a experiência de estar em um dos lugares mais bonitos do mundo.

 


Body @altezzabeachwear
 

LEIAM TAMBÉM NOSSO GUIA COMPLETO DE FERNANDO DE NORONHA

 

ONDE NOS HOSPEDAMOS:

 

Ficamos na Dolphin, uma pousada deliciosa e muito bem localizada. Com 16 quartos recém reformados e mais 6 novos chalés por inaugurar, a pousada tem o aconchego de poucas e um atendimento diferenciado. É tida como pioneira no Turismo em Noronha: fundada em 1981, se manteve por quase 10 anos como a única acomodação de toda a Ilha.

 


A Dolphin passa agora por uma reforma que irá reformular o conceito da pousada, e passará a se chamar Dolphin Noronha – Villa Hotel. Até o fim de 2018, ganhará outros 4 novos bangalôs, divididos em vilas de 6 apartamentos cada. Cada bangalô terá o nome de uma vila e entre eles pequenas áreas de lazer com jacuzzis, redes, áreas de descanso, e um pequeno spa para massagens. A reforma irá contemplar primeiro a área de lazer, com a construção de uma nova piscina.

 

 

Na diária da Dolphin Noronha estão incluídos: traslado de chegada e saída, café da manhã e um charmoso chá da tarde. O café da manhã, quando solicitado, pode ser servido na varanda do quarto, o que é um verdadeiro mimo.

 


A área externa é bem gostosa: com uma piscina simples, redes por todo o lado e vista para o Morro do Pico, é um cenário super agradável para relaxar. Especialmente quando acompanhado de um belo vinho branco, degustando os famosos gurjõezinhos (iscas de peixe) assinados pelo chef da pousada, o Daniel Sanctis. Para arrematar, o tradicional Peixe na Telha é também uma pedida certa: o melhor peixe da ilha que provamos enquanto estivemos por lá. 

 

 

As suítes da Dolphin Noronha são bem espaçosas, especialmente as que tem varanda. Camas king, enxoval Trussardi, cafeteira Nespresso, chuveiro potente, secador profissional e amenidades Loccitane compõem o rol de vantagens e mimos da pousada.

 

O serviço de concierge é outra exclusividade da Dolphin: a empresa Noronha Prime opera dentro da pousada e trabalha para garantir um roteiro completo para os hóspedes. Com eles é possível agendar, inclusive com antecedência, todos os passeios turísticos e privados disponíveis em Noronha, bem como aluguel de 4x4, buggy’s e motos. 

 


4x4 alugado através da @noronhaprime

 

Os mais especiais são os passeios de barco privados, ilha tour privados e guiados, massagens na praia e no barco, picnic na praia, pacotes especiais de pre-wedding, lua de mel e até assessoria a casamentos na Ilha. 

 

Passeio de barco com a @noronhaprime

 

Dentre as opções na mesma faixa de preço em Noronha, a Dolphin Noronha certamente desponta como um excelente custo-benefício.

 

 

CLIQUE AQUI E CONHEÇAM TODOS AS POUSADAS DA ILHA e aproveitem e reservem seus hotéis e pousadas através dos nossos links (banners) do Booking e do hoteis.com que estão presentes no site! Ganhamos com isso uma pequena comissão e você não terá nenhum custo extra com isso! Apenas estará nos ajudando a postar todo esse conteúdo grátis. 

 

 

O QUE FIZEMOS:

 

Na nossa opinião, ter um meio de locomoção por lá é imprescindível. Fazer os passeios a pé é quase impossível e seria muito desgastante, apesar da ilha ser relativamente pequena. Casar trechos a pé com ônibus também não parece ser uma boa opção: além de se perder muito tempo, pensamos que conforto é essencial quando estamos de férias. O serviço de táxi funciona bem, mas não te dá a liberdade necessária, e dependendo do que tenha planejado pro dia, pode sair muito caro (cada corrida custa em torno de R$ 25,00). Por isso, recomendamos fortemente alugar um buggy ou uma 4x4.

 

 

Os preços realmente não são atrativos: uma diária do primeiro não sai por menos de R$ 200,00, e a do segundo gira por volta de R$ 400,00. Além disso, a gasolina bate os R$ 6/L e só há um posto de gasolina. Mas, estando com mais pessoas para dividir o custo, é vantagem na certa.


Decidido o meio de locomoção (que no início foi um buggy), partimos então para nossa primeira aventura: o chamado “Ilha Tour”, mas feito por nossa conta. Pegamos o mapa e fomos atrás das atrações principais de Noronha, em um verdadeiro reconhecimento de território.

 

Foto: Mirante Dois Irmãos. Usando body e saída de praia da @altezzabeachwear

 

Dica: o Ilha Tour coletivo que é oferecido por várias empresas é um verdadeiro programa de índio, mas realmente a alternativa mais econômica. Principalmente se estiver com mais pessoas, consideramos que vale muito a pena fechar um tour privado ou então alugar um buggy para fazer por conta própria. Se a opção for um tour privado, contatem a Noronha Prime: eles resolvem tudo pra você!


Foi muito bom ter feito de cara esse passeio para se ter uma noção das localizações e um gostinho de tudo que estava por vir. Já nesse dia, foi possível conjugar uma ida à Praia do Sancho (eleita por diversas vezes a mais bonita do mundo) com o mirante da Baía dos Porcos – aquele cenário clichê e mais esperado de Noronha: a vista para os dois irmãos.

 

 

Dica: quando for ao Sancho, lembre-se de levar o mínimo necessário, como água e algum snack. Para ter acesso à praia, é preciso descer por uma escada estreitíssima em 90 graus, por dentro das pedras. Chega a ser um pouco sufocante, mas cada degrau rumo à areia vale a pena para se estar em um cenário paradisíaco e mergulhar naquele mar azul cristalino!

 


Finalizar o dia no Bar do Meio é excelente pedida. O local é ótimo para tomar uns drinks, ouvir música boa e ver gente curtindo a vibe noronhense. 

 

O sol se põe em frente à praia, tornando inesquecível aquele momento.

 

No dia seguinte, o plano era agendar algumas trilhas no ICMBio. Mas, por conta da maré e do tal do swell, muitas das atrações estariam fechadas naquele dia e ao longo da semana. Optamos então por passar a manhã toda na Baía dos Porcos, onde fizemos snorkel.

 


Foto com @meudome


Dica: o acesso à Baía dos Porcos é feito pela Praia da Cacimba do Padre. Ao chegar nela, basta caminhar toda vida para a esquerda da praia, até se deparar com um caminho fácil pelas pedras, que logo vai despontar na Baía. Vale uma pequena desviada na trilha para chegar no mirante para os Dois Irmãos:

 


Por volta das 13h o tempo fechou e fomos almoçar no restaurante da Pousada Maravilha. A vista ali é espetacular, mas ficou prejudicada pela chuva. Vale mesmo ir em dias de sol, pois a comida sinceramente não agradou tanto assim, além de ter sido a mais cara de todos os restaurantes que fomos.

 

Depois, voltamos pro hotel e nos arrumamos para uma sessão de fotos ao entardecer com a Michele Roth (@michele_roth_), uma das melhores fotógrafas da Ilha.

 


Dica: Quem está planejando se casar por lá ou apenas fazer um ensaio romântico ou em família, a Michele é a melhor escolha.

 

Apesar do tempo nublado, as fotos ficaram lindíssimas:

 

 

No terceiro dia, estávamos querendo um pouco mais de conforto e aproveitamos uma das poucas praias que tem uma mínima estrutura: a Cacimba do Padre, nossa preferidinha! 

 

 

Alugamos guarda sol e cadeiras (R$ 40,00 o dia), e passamos o tempo tomando água de côco e vendo os surfistas se arriscarem no swell. O mar estava bem agitado e até perigoso (imagina como não deve ser em janeiro, que é temporada de verdade de surf!!). Depois das 11h, o restaurante que fica atrás da praia serve petiscos e bebidas.


Dica: Como tinha chovido no dia anterior, trocamos o buggy por um 4x4. As estradas de terra (que são muitas) estavam pura lama, algumas quase intransitáveis mesmo. Nessas horas, andar de buggy é correr o risco de chegar no destino totalmente sujo e enlameado...valeu a pena!


A programação terminou no restaurante Mergulhão, que virou nosso xodó na Ilha. 

 


Lugar lindo, vista maravilhosa, comida de primeira, atendimento excelente...e um pôr do sol daqueles de tirar o fôlego. 

 

Vale a pena reservar com antecedência um dos lounges, que são bem disputados! ;)

 

Na manhã do quarto dia, fizemos um inesquecível passeio de barco privativo, que não podia faltar nessa viagem. 

 

Agendamos com a Noronha Prime, que organizou tudo pra gente. Além de dar uma volta pelas melhores praias, tivemos o privilégio de ver golfinhos, tartarugas e almoçar um delicioso peixe fresco assado na hora, na churrasqueira do próprio barco. 

 

Body e saída de praia @altezzabeachwear

 

Foi sensacional! Uma das atrações durante esse passeio é o famoso plana-sub: uma pranchinha que, amarrada à lancha, te puxa por baixo da água, permitindo ver toda a vida marinha de Noronha.

 

 

Depois do passeio, fomos dar uma volta pela Ilha e passamos um pouco de tempo na Praia do Leão e, em seguida, na Praia do Sueste.

 


Mirante da Praia do Leão 


Para variar, o dia tinha que terminar com chave de ouro degustando gastronomia de ponta. Tínhamos uma reserva no restaurante da Pousada Triboju (pertinho da Dolphin), que acabou sendo eleito por nós o melhor de todos da Ilha! O ambiente é super charmoso e, a comida, sensacional.

 

Para complementar o roteiro, na manhã seguinte fomos conhecer o famoso Buraco do Galego, que fica à direita da praia do Cachorro. 

 


Mais uma vez, o swell não ajudou muito, e as ondas chegavam fortes por cima do Buraco, encobrindo ele todinho. 

 

 

Entre uma onda e outra, foi possível tirar algumas fotos, e embora não fosse a situação ideal, o cenário continuou sendo incrivelmente lindo.

 


Mirante perto do Buraco do Galego


Decidimos então voltar à Praia da Cacimba do Padre, de onde atravessamos para a Baía dos Porcos para checar pela última vez o visual dos Dois Irmãos. Aproveitamos o último dia nos revezando entre a areia e o mar...finalizamos a viagem com um jantar na Pousada Teju-Açu e na sequência degustando uns drinks e a famosa sobremesa de churros no lounge do Cacimba Bistrô.

 


É lógico que o que mais faltou nessa viagem foi um mergulho, praticamente obrigatório para quem visita Noronha. Mas como estou grávida, não pude viver essa experiência, que dizem ser das mais sensacionais do mundo!

 

Noronha surpreendeu pelas praias e paisagem, mas deixou um pouco a desejar em termos de infraestrutura: não há uma ruazinha bacana para bater perna no final do dia ou à noite, com lojinhas e restaurantes bacanas ou bares descolados como em muitas cidades pequeninas de praia, tipo Jeri, Pipa, Búzios...é impressionante o tanto de dinheiro que entra na Ilha de forma obrigatória, e também que circula com os gastos dos turistas, mas isso aparentemente não é revertido em investimentos locais para o turismo, salvo em preservação ambiental (o que é essencial). Achamos que faltou esse charme, mas, por outro lado, sobrou beleza natural. Noronha é um lugar despretensioso, pacato, sinônimo de paraíso e felicidade à beira mar...


Para conferir o guia completo da Ilha CLIQUEM AQUI.



Esse artigo foi lido 1952 vezes!


Texto Escrito Por:

Fernanda de Castro Carvalho

Fernanda de Castro Carvalho é advogada e trabalha na ONU pela defesa dos direitos humanos. Para ela, viajar se tornou mais do que um hobby: é uma necessidade! Nas horas vagas, sonha com o próximo destino e compartilha suas dicas de viagens no insta @nosdo



Comentários

Publicidade



Booking.com

_300x250_CGH_SDU.jpg

Generic 250x250

Seguro viagem geral 250x250

Encontre-nos no Facebook




Posts Relacionados


Fernando de Noronha: dicas para planejar sua viagem

12 Dez 17

Guia completo de Fernando de Noronha

22 Nov 17

Passeios imperdíveis em Fernando de Noronha

15 Fev 17

Posts Mais Populares


Alagoas: Dicas de São Miguel dos Milagres

Alagoas

Praia do Patacho - uma das praias mais bonitas do Brasil

Alagoas

Guia completo de Maceió

Alagoas