Cracóvia: dicas e curiosidades de uma das cidades mais visitadas da Polônia

  • 16 de setembro de 2017


A Cracóvia é uma cidade situada no sul da Polônia, mais especificamente nas margens do rio Vístula, possui cerca de 853 mil habitantes e é uma das cidades mais visitadas do país, pois possui belas atrações turísticas e uma proximidade ideal para um bate e volta para Auschwitz.

 

Além disso a cidade possui uma riqueza histórica muito grande uma vez que já foi capital da Polônia durante os anos de 1320 a 1596, tendo sido fundada por volta de 700 por um sapateiro chamado Krak, que posteriormente se tornou Rei do seu pais.

 

 

Quando ir para Cracóvia:

 

 

A Polônia é um daqueles países que podem ser visitados o ano inteiro. Porém, como o clima do país temperado continental, possuindo um verão curto e uma inverno bastante rigoroso que vai de meados de outubro a abril com temperaturas que facilmente alcançam a casa de -10 graus.

 

O melhor período para visitar a Cracóvia na minha opinião são os meses entre maio e a setembro quando as temperaturas estão bem agradáveis e os dias são mais longos.

 

Como ir e como fomos para Crácovia:

 

Não existem voos diretos do Brasil, porém algumas poucas capitais europeias possuem voos para Cracóvia. Como estávamos em Helsinque, Finlândia (leiam nosso post completo aqui), pegamos um voo entre os dois países. Existia apenas um voo direto pela Cia Aérea Finnair, porém como o voo estava bastante caro pegamos um pela cia Norwegian com conexão em Estocolmo na Suécia.

 

Onde se hospedar na Cracóvia:

 

As principais atrações históricas se concentram no centro histórico da Cracóvia e muitos hotéis ficam concentrados nessa região.  Como geralmente não gostamos de ficar hospedados nos centros históricos em razão da dificuldade de chegar com mala no hotel e muitas vezes do barulho do local optamos por ficar hospedados no Ibis Krakow State Miasto que possuía uma localização maravilhosa próximo ao centro, da estação ferroviária e do maior shopping da cidade – Galeria Krakowska.

 

Se possível reservem o hotel sem o café da manhã pois na cidade existem diversas padarias legais com preço bastante acessível.

 

Conheçam os principais Hotéis da Crocóvia CLICANDO AQUI e reservem seus hotéis através dos nossos links (banners) do Booking que estão presentes no site! Ganhamos com isso uma pequena comissão e você não terá nenhum custo extra com isso! Apenas estará nos ajudando a postar todo esse conteúdo grátis.

 

Moeda e idioma:

 

 

A moeda da Polônia é o Zloty Polonês - PLN e o preço dos produtos e serviços do país são bem tranquilos. Como estávamos na Escandinávia, uma das regiões mais caras do mundo estávamos achando os preços bem tranquilos. Só para ter uma ideia dos preços uma oferta da Mc Donalds custou em torno de 10 PLN (mais ou menos 9 reais, ou seja, 1/3 do preço do Brasil). O Euro é aceito na grande parte dos locais, mas é importante ficar de olho para verificar se a cotação compensa.

 

O idioma oficial da região é o Polonês, porém, como a cidade é bastante turística grande parte da população fala ou pelo menos entende o inglês, portanto, o idioma não será nenhuma barreira.

 

Principais atrações turísticas da Cracóvia:

 

Centro Histórico: o local entrou em 1978 na lista de Patrimônio Mundial da Unesco. É neste local onde se concentram grande parte das atrações turísticas da cidade. Andar pela região é bastante agradável e é parada obrigatória para qualquer turista que pretenda visitar a cidade. Não deixem de visitar a Praça do Mercado, que tem a fama de ser considerada a maior praça medieval da europa; o Mercado, local ideal para compra de lembranças; Torre da Prefeitura e a famosa igreja de Santa Maria.

 

 

Castelo de Wawel:  fica situado no Monte que leva o mesmo nome.  Neste local que fica a pintura “A dama com arminho” de Leonardo da Vinci;

 

 

Fábrica de Oskar Schindler: para quem gosta de história uma atração bastante interessante é a Fábrica de Esmaltados de Oskar Schindler, que foi personagem do filme “A Lista de Schindler”.

 

Auschwitz:  a grande maioria dos visitantes que procuram a Cracóvia é para fazer o bate e volta para Auschwitz, campo de concentração nazista, que fica apenas a 70 km da cidade. É possível ir tanto por conta própria como fazer um tour guiado com empresas especializadas. Infelizmente na época que estávamos na região estava chovendo muito o que inviabilizou a nossa ida à Auschwitz.

 

Foto divilgação - site oficial. 

 

Outros passeios legais para quem estiver com mais tempo são o Museu Subterrâneo de Cracóvia, a mina de Sal de Wieliczka que fica em uma cidade vizinha e o bairro Judeu de Kazimierz.

 

Seguro viagem:

 

Sempre que viajamos para o exterior fazemos seguro viagem internacional. Para essa viagem não poderia ser diferente. Fizemos nossa cotação através do Real Seguro Viagem que é uma empresa bastante seria e que nunca nos deixou na mão. Para fazer uma cotação é só CLICAR AQUI.

 

Enfim, adoramos ter conhecido a cidade de Cracóvia, sem dúvida alguma a cidade deve ser incluída em um roteiro pela Polônia. Qualquer dúvida é só perguntar que teremos o maior prazer em responde-los.

 



Esse artigo foi lido vezes!

Sobre o Autor

Luciano Rodrigues Batista

Alagoano e explorador do mundo.


Veja Também