Marcio no Mundo




Um bate volta para Montenegro: conhecendo Kotor e Budva


Publicado em 02 Jun 17



Booking.com



No nosso terceiro dia em Dubrovnik fizemos um tour de Bate e Volta para conhecer algumas das atrações de Montenegro, pais que surgiu apenas em 2006 através de um referendo que fez com que o país se separasse da Sérvia.

 

Montenegro fazia parte da antiga Iugoslávia e faz fronteira com Albânia, Kosovo, Croácia e Bósnia e Hezergovina. Como montamos base em Dubrovink, Croácia (passamos 4 dias na cidade, sendo dois dias inteiros e dois dias pela metade) aproveitamos dois dias inteiros para conhecer a Bósnia e Hezergovina (vejam as dicas do nosso passeio) e Montenegro e no restante dos dias conhecer Dubrovnik (leiam nosso guia completo). Assistam o vídeo com os melhores momentos do nosso passeio e aproveitem e assinem nosso canal do YouTube.

 

 

Pois bem. Acertamos ainda no Brasil nosso tour para Bósnia e Hezergovina com a famosa empresa Adriatic Explore. O passeio custou 342 Kunas, mais ou menos 46 euros por pessoa.

 

 

No dia contratado a empresa nos pegou pontualmente no local acertado (são vários pontos e variam de acordo com o local que o viajante esteja hospedado). No nosso caso como estávamos hospedamos na Old City nosso ponto era no hotel Hilton que fica a pouco mais de 100 metros do Pile Gate, uma das principais entradas da cidade antiga, cerca de 5 minutos de caminhada do nosso hotel até o ponto de encontro.  A depender do ponto a van ou o ônibus passará entre 7:20 às 8:00 horas.

 

Depois que entramos no confortável transporte da empresa seguimos direção à Budva. Após mais ou menos 40 minutos de viagem passamos pela fronteira da Croácia com Montenegro e o procedimento de fronteira foi bastante demorado (cerca de duas horas e meia), pois como era julho, alto verão europeu, diversas pessoas estavam viajando pelos Balcãs (se puderem evitem os meses de julho e agosto).

 

 

De Dubrovnik até Budva são cerca de 95 km. A estrada é bem bonita e passa por belas praias e pela Baía de Kotor, um dos fiordes mais bonitos do mundo. Inclusive, temos que atravessar de Ferry para continuar até Budva e a travessia rende lindas fotos.

Depois de 4 horas e meia de viagem chegamos em Budva, um dos balneários mais procurados de Montenegro, situado a 23 km de Kotor, o destino mais visitado de Montenegro.

 

 

Diferentemente do que eu achava o Balneário de Budva é bem grandinha possuindo uma parte história muito bem conservada e um parte mais modernas repleta de prédios e edifícios. Budva possui cerca de 20 mil habitantes sendo a sexta cidade mais populosa de Montenegro. Passamos cerca de uma hora e meia no local e passeamos rapidamente por algumas das principais atrações da cidade.

 

 

Logo que chegamos fomos conhecer a Old City, um centro histórico que parece até um pouco com a Old City de Dubrovnik, sendo que em uma proporção bem menor. Dentro da parte histórica passamos cerca de um 40 minutos percorrendo as ruelas, igrejas e atrações. As principais atrações são: Igreja de Santa Maria,  a mais antiga da cidade datada de 840; Igreja de St. Ivan; a pequenina Sveta Trojica, igreja da Santíssima Trindade concluída no ano de  1804; Monastério Stanjevici; Museu de Arqueologia e a Praia da cidade velha.

Na parte mais alta da Old City é possível ter uma vista linda da cidade de Budva, sendo possível tirar ótimas fotos tanto para o lado da praia da cidade velha como para o lado da Ilha de Stevi Nikola.

Curiosidade: em 1979 o centro histórico de Budva foi praticamente todo destruído por um terremoto, contudo, em pouco tempo a cidade foi reconstruída novamente. 

 

Depois que conhecemos o centrinho passeamos pela orla do Porto (Dukley Marina) com destino aos vários restaurantes que existem na região. Almoçamos no Restaurante Jadra que possuía uma linda vista para o Mar Adriatico e para cidade velha. Pedimos um espaguete de frutos do mar + lula fritas + uma cerveja e uma água e a conta deu 31 euros. 

 

 

Após o almoço embarcamos novamente agora rumo a Kotor, cidade que fica na beira da Baía cercada  pelos fiordes! Um local belíssimo que é a principal atração de Montenegro.

 

Tivemos 2 horas e meia livre no local e empresa que contratamos (Adriatic Explore Dubrovnik) disponibiliza um city tour guiado pela Old City. São cerca de 40 minutos a uma hora percorrendo as atrações da cidade amuralhada percorrendo as principais atrações. As que mais chamam atenção são:

 

A praça Trg Od Oruzja que fica logo na entrada principal da Old City. Nela fica localizada a torre do relógio;

 

 

Praça Trg Sv Tripuna: é nessa praça onde fica a linda catedral de St. triphon's constituída em 1116. A igreja é linda e exigem alguns restaurantes legais nos arredores;

 

 

Praça Trg Sv. Luke: essa é a praça mais bonita da cidade na minha opinião pois é nela onde fica uma das igrejas mais antiga da cidade, igreja de St Luke's construída em 1195, e a Igreja de St. Nicolas construída em 1909;

Uma dica: se percam pelas ruelas, compre souvenirs, tomem sorvete e sente em um restaurantes e vejam o movimento desse lugar lindo. 

 

 

Outra atração incrível em Kotor é subir as fortificações nos fiordes (montanhas) até o topo do Castelo de St. John. Fiz sozinho esse percurso e gastei quase uma hora e meia para subir e descer. O trajeto é lindo sendo possível ter uma vista fantástica da baía de Kotor. 

Para ter acesso a trilha é necessário pagar uma taxa de três euros. Durante o trajeto é possível ter uma visão da região de diferentes ângulos além de passar por várias fortificações bem interessantes. Na minha opinião os pontos altos do percurso são: a linda igreja de Nossa Senhora dos Remédios, que compõe o verdadeiro cartão postal de Kotor e o Castelo de St John, que fica no topo do percurso. 

 

 

Recomendações: para subir recomendo estar com tênis confortável; levar duas garrafas de água (no caminho vende mas não sei se vende todos os dias); existem várias paradas e só suba até onde aguentar. 

 

 

Depois da descida fomos até o lado de fora da Old City e tiramos algumas fotos na Baía de Kotor e depois no laguinho que existe na lateral da Old City que se chama Skurda.

 

 

Pegamos nosso confortável transporte e iniciamos a volta para Dubrovnik. Tivemos apenas mais uma parada para tirar algumas fotos da linda igrejinha de Nossa Senhora das Pedras, localizada perto da cidade de Perast. Depois seguimos caminho para o destino final: Dubrovnik. Dessa vez a fronteira estava bem tranquila e passamos bem rapidamente.

 

 

Informações extras:

 

  • Brasileiros não precisam de visto para ingressar em Montenegro, apenas passaporte válido;
  • A moeda local é o Euro e outras moedas não são aceitas;
  • Não esqueçam de levar passaporte para o passeio;
  • É ideal fazer o passeio com um tênis ou sandália confortável e antiderrapante pois o chão das cidades históricas são de pedra escorregadias e para subir no alto de do Castelo de St. john em Kotor;
  • Comprem lembrancinhas no comércio local e se percam pelas ruelas das cidades;
  • Evitem viajar nos meses de julho e agosto pois nessa época as fronteiras ficam lotadas e perde-se muito tempo com procedimento de imigração.

 

Enfim, adoramos ter feito esse passeio por Montenegro. Realmente é um país bastante interessante, cheio de belas paisagens, lindas cidade e uma cultura marcante.

 

Fizemos nosso passeio com a empresa Adriatic Explore. Para maiores informações CLIQUEM AQUI.



Esse artigo foi lido 814 vezes!


Texto Escrito Por:

Marcio Vital Valença

Advogado e explorador do mundo nas horas vagas. Conhece mais de 45 países em todos os continentes. Instagram @marcionomundo



Comentários

Publicidade




Booking.com

Seguro viagem geral 250x250

Encontre-nos no Facebook




Posts Relacionados


Um bate volta para Montenegro: conhecendo Kotor e Budva

02 Jun 17

Kotor - os fiordes dos Bálcãs

06 Jun 15

Posts Mais Populares


Alagoas: Dicas de São Miguel dos Milagres

Alagoas

Guia completo de Maceió

Alagoas

Praia do Patacho - uma das praias mais bonitas do Brasil

Alagoas