Marcio no Mundo




Dicas da Ilha de Comino: conhecendo as praias mais bonitas de Malta


Publicado em 30 Jun 17



Booking.com



Neste post vamos falar detalhadamente sobre o destino mais encantador de Malta: A Ilha de Comino. Comino Island fica localizada entre as ilhas de Malta e de Gozo e é nela onde ficam duas das atrações mais bonitas da República de Malta - a Blue Lagoon e a Crystal Lagoon.

 

 

Comino possui apenas 3 habitantes e segundo reza a lenda nunca saíram da ilha! Antes eram 4 moradores, mas recentemente um deles faleceu e sobraram apenas 3. Durante o verão existe um único hotel na ilha que fica aberto apenas alguns meses do ano.

 

 

Como chegar em Comino: para chegar até a ilha desde St Julians, Sliema ou Valleta é necessário primeiro se deslocar até o extremo norte da ilha de Malta. Existem várias formas de se chegar (carro alugado,  ônibus, vans ou táxi). Fomos de Van e o ticket custou 3 euros, porém, também poderíamos ter ido de ônibus (número 222) que passa a cada 15 minutos nos horários de pico nos pontos da ilha e a passagem custa 2 euros.

 

A diferença entre o ônibus e a van é que o ônibus tem diversas paradas demorando cerca de 1 hora e 15 minutos para chegar até o local onde saem os barquinhos até Comino. Já a van tem apenas 2 ou 3 paradas, demorando cerca de 45 minutos para chegar até o local dos barcos.

 

Chegamos na estação de Ferry por volta das 11:55 horas, local onde existem diversos barcos que saem para Comino e de Ferries que vão até Gozo. Compramos o nosso ingresso de ida e volta que custou 10 euros por pessoa. Não precisa comprar com antecedência. Os barcos saem de 30 e 30 minutos de 9 da manhã até às 15:30 horas e retornam de Comino a cada meia hora com a última saída às 18:00 horas.

 

 

Embarcamos no barco de 12:00 e o trajeto até Comino levou cerca de 20 minutos. O barco é bem organizado, seguro e a paisagem até Comino é linda, cheia de paredões rochosos com diversos barcos de luxo e um azul escuro que é a marca registrada do mar mediterrâneo. Assim que o barco vai se aproximando da Blue Lagoon, local onde o barco deixa os passageiros, o azul vai ficando mais claro e se transformando em azul turquesa daqueles que fazem os viajantes demorem a acreditar que estão naquele paraíso.

 

 

Quando chegamos a praia já estava lotada (não atrapalha em nada) pois já era 12:20 horas. Se quiser chegar e pegar a ilha vazia se organizem para estar no Porto às 8:50 e pegar o primeiro barco do dia. 

 

 

Assim que chegamos procuramos um lugar no alto da Ilha para deixar nossas mochilas e ficamos admirando e fotografando Blue Lagoon, principal praia de Comino e o verdadeiro cartão postal de Malta. Depois disso fizemos uma trilha de mais ou menos uns 500 metros até Crystal Lagoon, outra atração imperdível da ilha, onde é possível admirar praias lindíssimas.

 

 

Praticamente ninguém faz essa trilha, mas na minha opinião é IMPERDÍVEL, pois é possível fazer lindas fotos e curtir bastante a natureza do lugar. 

 

 

Depois que fizemos a trilha voltamos para Blue Lagoon deixamos nossas coisas no alto da ilha em um ponto que pudéssemos observar de longe e fomos curtir a praia. A água é fria mas pra quem mora no Sudeste e Sul do Brasil não sentirá nenhum desconforto! Muito pelo contrário, no calor do verão Europeu o banho fica uma delícia. 

 

 

Se quiserem explorar a ilha é possível atravessar nadando (não tem correnteza e é raso) para duas ilhotas que existem em Blue Lagoon e explorar o lugar com calma. Nessas ilhotas é possível subir no alto delas e percorrer toda sua extensão. 

 

 

Em Comino existe uma certa estrutura para alugar cadeira de praia e sobreiros além de existir alguns quiosques onde é possível comprar bebidas e lanches. Compramos algumas cervejas (custa em média 2 euros o latão de Cisk, cerveja típica de Malta e 3,5 euros um sanduíche ou wrap). 

 

 

Passamos cerca de 4 horas curtindo a ilha e embarcamos de volta para Malta. No trajeto de volta o barquinho faz um pequeno passeio em Crystal Lagoon mostrando um pouco das cavernas que existem na região. 

 

 

Quando chegamos em Malta embarcamos no ônibus 222 e partimos em direção a St. Julians, região onde estávamos hospedados na ilha.

 

O que levar para Comino: sandália ou tênis para fazer a trilha; protetor solar; toalha ou canga para se proteger do sol; dinheiro para comprar bebidas e lanches; roupa de banho; snorkel se quiser mergulhar na região e uma máquina fotográfica  para registrar tudo.

 

Conheçam todos os hotéis de Malta CLICANDO AQUI e reservem seus hotéis através dos nossos links (banners) do Booking que estão presentes no site! Ganhamos com isso uma pequena comissão e você não terá nenhum custo extra com isso! Apenas estará nos ajudando a postar todo esse conteúdo grátis. 

 

LEIAM NOSSOS OUTROS POSTS DA LINDA ILHA DE MALTA.

 

Enfim, amamos ter conhecido esse paraíso e na nossa opinião é um destino IMPERDÍVEL para ser explorado em Malta. Sem dúvida é em Comino onde ficam as praias mais bonitas de Malta. Separe pelo menos um turno para conhecer com calma esse paraíso!



Esse artigo foi lido 1711 vezes!


Texto Escrito Por:

Marcio Vital Valença

Advogado e explorador do mundo nas horas vagas. Conhece mais de 45 países em todos os continentes. Instagram @marcionomundo



Comentários

Publicidade


Booking.com

_300x250_CGH_SDU.jpg

Generic 250x250

Seguro viagem geral 250x250

Encontre-nos no Facebook




Posts Relacionados


Dicas de Malta: passeios, atrações, praias, hotéis, mergulho e muito mais

07 Nov 17

Vale a pena fazer intercâmbio? Vejam o que achamos

01 Ago 17

Nossos mergulhos em Malta: dicas e informações importantes

01 Jul 17

Posts Mais Populares


Praia do Patacho - uma das praias mais bonitas do Brasil

Alagoas

Alagoas: Dicas de São Miguel dos Milagres

Alagoas

Guia completo de Maceió

Alagoas