Bermina Express e St. Moritz

  • 01 de maio de 2017


Nossa primeira cidade na Suíça foi St. Moritz, ela é bem famosa por conta dos esportes de inverno, para se ter uma idéia, por lá existem mais de 92 pistas de esqui.

 

A gente chegou na cidade com o trem Bernina Express que é um trem panorâmico operado entre a Suíça e a Itália. As principais estações por onde o trem passa são Chur, Davos, ST. Moritz, Bernina Pass, Poschiavo e Tirano (Itália).

 

LEIAM TODOS OS NOSSOS POSTS DA SUÍÇA.

 

 

E este foi o trem panorâmico que mais gostamos (mesmo com o dia fechado), as paisagens mudam muito ao longo do caminho, a gente passou por montanhas nevadas, lagos de um verde incrível, pequenos vilarejosSem contar que parte dele é na rede ferroviária Rhaetian que é considerada Patrimônio Mundial da Humanidade da UNESCO. Durante a viagem, a gente passa por penhascos, glaciais, túneis, incrível mesmo!

 

 

Em St. Moritz, a gente se hospedou no ótimo Hotel Soldanella. Adoramos a localização, atendimento, café da manhã, mas o quarto, com a vista pro lago e pra montanha, foi o ponto alto.

 

 

Como a temporada de inverno já tinha se encerrado, quase tudo na cidade estava fechado (nos informaram que voltaria ao normal em julho). Se a sua intenção for ficar mais tempo pela cidade, fique atento a isso, como pra gente ela era só o ponto de chegada (do Bermina Express) e saída (do Glacier Express), isso não foi um problema.

 

Estando por lá, não deixe de experimentar a torta de nozes que é típica da cidade e a do Hauser é a mais recomendada (não lembramos exatamente, mas custou em torno de 5 francos).

 

 

Como fomos pra Suíça depois da viagem pela Itália, estávamos bem cansados! Daí, aproveitando também que estava bem frio por lá, ficamos descansando e curtindo o hotel. Mas nem por isso vocês vão ficar sem dica do que fazer na cidade!

 

 

As atrações turísticas da cidade:

 

Chesa Futura: é um edifício de 10 apartamentos com design futurista, projetado pelo arquiteto Norman Foster. O prédio, que é residencial (por isso não pode ser visitado), foi construído com materiais naturais, focando em sustentabilidade e integração ao meio ambiente. Fica na rua Via Tinus 25.

 

Leaning Tower: se estiver passando pela rua St. Moritz Dorf vale prestar atenção na torre inclinada da St. Mauritius Church. Construída no século XII, mede 33 metros e está inclinada 5,5 graus.

 

Piz Corvatsch: um dos picos mais altos da região, com 3300 metros de altitude. Por lá fica uma estação de esqui noturna que dizem ser bem legal, mas é aconselhável apenas aos experientes. Por lá, há atividades para quem não esquia também, como trilhas, kitesurf no lago de Silvaplana, mirantes com vistas panorâmicas e restaurantes.

 

A 3 km de St. Mortiz fica a comuna de Celerina (Schlarigna), de onde partem alguns teleféricos que levam à estação de esqui Corviglia (2.278 metros de altitude)

 

Desfiladeiro Piz Nair: fica a 3057 de altura. Verificar se o hotel fornece passe gratuito para subir no local.

 

Muottas Muragl: é um ponto de observação que fica a cerca 2500 metros de altitude.

 

Neste local fica um hotel, Romantik Hotel Muottas Muragi, que conta com uma boa estrutura, com parquinhos para criança e restaurante (que mistura comida regional com a mediterrânea).

 

Horário: tanto o funicular quanto o restaurante funciona todos os dias, tanto no verão quanto no inverno, das 7h45min até as 23h.

 

Como chegar: Tem que ir até a comuna Protesina e depois pegar um funicular (demora 10 minutos para subir).

 

Museu de Segantini: dedicado ao pintor Giovanni Segantini que passou os últimos cinco anos da sua vida em Engadina. Horário: funciona entre os dias 20 de maio ao dia 20 de outubro e do dia 10 de dezembro ao dia 20 de abril. Não abre nos dias 01 de janeiro, domingo de páscoa, good friday e 25 de dezembro. De terça a domingo das 10h ao 12h e das 14h às 18h. Entrada: adultos 10 CHF; áudio guia por 3 CHF.

 

Via Serlas: rua principal da cidade e onde se concentram a maior parte das lojas e restaurantes da cidade.

 

É uma cidade bem legal e linda de se conhecer, se tiver oportunidade, não deixe de ir e depois vir contar pra gente o que achou, tá bom?

 

CONTINUEM LENDO NOSSOS POSTS DA SUÍÇA.




Sobre o Autor

Rhyane Baena

Adora pesquisar e programar viagens... essa parte é quase tão boa quanto ir. Então por que guardar essas descobertas só pra mim? @rhyane


Veja Também