Conheçam três das principais vinícolas de Mendoza

  • 07 de julho de 2016


Mendonza é uma das regiões que mais produzem vinho na América do Sul e no mundo. Neste post vamos contar nossa experiência de ter conhecido três grandes vinícolas no Vale do Uco, um dos locais mais cobiçados pelos produtores de vinho.

 

Não deixem de ler nosso Guia Completo de Mendoza e Buenos Aires.

 

As principais Bodegas da região são: Salentein, Andeluna, O. Founier, La Azul, Atamisque e Gimenez Riili. Depois de muito estudo e pesquisa, optamos por escolher três vinícolas para fazer visitação e degustar seus vinhos. Escolhemos Puleta Estate, Salentein e a O. Fournier. Vamos contar agora um pouco da nossa experiência em cada uma dessas Bodegas.

 

Fizemos todo o passeio com o pessoal da empresa Nossa Mendoza, mais especificamente com o remisse do Sr. Santiago! Eles que cuidaram de toda reserva e do nosso transporte até as vinícolas! O serviço não é barato mas vale muito a pena! Depois de todas aquelas degustações o que menos queríamos era ter preocupação com carro e direção.

 

Puleta Estate:  Foi a nossa primeira parada! A região do Vale do Uco é a mais afastada e fica próximo da Cordilheira dos Andes.

 

 

É uma bodega muito nova, porém com excelente aceitação no mercado! Os proprietários eram donos da Bodega Trapiche, uma das maiores da Argentina. Com a venda da Bodega para um grupo internacional, dois de seus sócios decidiram abrir a bodega Pulenta Estate.

 

 

Além das vinícolas, os proprietários são representantes da marca automobilista Porscher em toda Argentina.

 

Motores de carros da coleção particular do proprietário.

 

A Bodega produz um vinho exclusivo da Porscher, sendo esse vinho utilizado em todas as festas da marca pelo mundo. A bodega é muito moderna e conta com toda tecnologia de ponta.

 

 

A visita e a degustação custa em média 120 pesos por pessoa e é necessário fazer reserva. Adoramos a visita e a degustação. Os vinhos selecionados são maravilhosos e o local onde ocorre a degustação é fantástico.

 

Fizemos a degustação de 3 vinhos: Gran Malbec 2011, o Gran Pinot Noir 2011 e do Gran Cabernet Franc 2011. Todos são maravilhoso, mas o Cabernet Franc foi o que mais me agradou. Nota: 10 para visitação e 10 para os vinhos.

 

Bodegas Salentein: Foi a nossa segunda parada! Sem dúvida uma das vinícolas mais estruturadas de Mendoza.

 

 

É uma bodega relativamente nova com 12 anos de produção. A visitação e a degustação custou 75 pesos argentinos e necessita de reserva, pois é uma das mais cobiçadas do vale do Uco.

 

 

A marca Salentein produz vinho nas vinícolas Oásis, La pampa e na San Pablo. A Vinícola foi uma primeiras a produzir vinho no vale do Uco.

 

 

Existe um conjunto de fatores que favorecem a produção naquela região como o solo com pedras, água pura do desgelo das cordilheira dos Andes, clima, flora nativa que aduba a terra naturalmente, entre outros aspectos. As uvas são plantadas sob o sistema de gotejamento.

 

 

Durante a visita conhecemos o sistema de produção, o local de armazenamento para vinhos jovens e os robles franceses, na minha opinião o local mais bonito da Bodega.

 

Salão principal. O local mais bonito da Bodega.

 

Na degustação provamos três vinhos: um branco Salentein Reserva Chardonny 2013, Salentein Reserva Malbec 2012 e Salentein Cabernet Savingnon 2012.

 

Um dos locais onde acontece a degustação.

 

Vinhos que foram degustados.

 

Além de tudo isso, o proprietário da vinícola aprecia bastante obras de arte e possui uma galeria particular com uma vasta coleção. No ingresso está incluída essa visitação!

 

 

No jardim também é possível observar algumas esculturas! Uma verdadeira obra de arte se somada à linda vista dos Andes ao fundo.

 

 

Dentre as vinícolas que conhecemos, essa foi uma das que mais gostamos. Sem dúvida recomendamos incluí-la no roteiro.

 

Loja que funciona dentro da Bodega.

 

A visitação teve nota 10 e a degustação nota 8,0 vez que é feita com muitas pessoas ao mesmo tempo sem a atenção que julgamos adequada!

 

Bodega O. Fournier: Foi nossa última parada! Nesta bodega optamos apenas pelo almoço com degustação harmonizada.

 

 

É uma das vinícolas mais visitadas do vale do Uco e uma das que possuem a arquitetura mais surpreendente. 

 

 

Fica localizada a uma hora e meia de Mendoza, sendo a mais distante de todas! O restaurante do local se chama Urban e é muito bem conceituado nos sites de gastronomia e muito recomendado por vários blogueiros especializados.

 

Vista do salão principal do restaurante.

 

Assim que chegamos fomos muito bem recebidos e colocados em uma mesa próxima ao lago com uma vista impecável para da cordilheira dos Andes. O restaurante é lindíssimo, com uma decoração bem moderna.

 

 

O menu degustação conta com dois aperitivos, uma entrada, um prato principal e duas sobremesas, por 350 pesos argentinos. Para acompanhar o menu degustação existe três opções de vinhos para harmonização. Escolhemos a intermediária que custa 140 pesos e inclui o vinho branco Urban, o Alfa Cruz e o B Cruz.

 

O primeiro aperitivo foi um creme de ervilha com sal de presunto e o segundo uma delícia de couve-flor com emulsão de limão, harmonizado com vinho branco Urban Sauvignon Blac 2013.

 

 

De entrada nos foi servido um creme de ervilha com tempurá de tutano, harmonizada com vinho tinho Alfa Cruz. Para prato principal existia a opção de massa e carnes. Escolhemos o Osobuco com Poleta trufada harmonizado com o tinho B Cruz.

 

 

Já as sobremesa nos foi servido um sorvete de pomelo e banana e uma massa de filo com creme de doce de leite e ninho de caramelo.

 

 

Adoramos o ambiente, a comida e os vinhos! Nota: 10 para o ambiente, 9,5 para a comida e 10 para os vinhos. Espero que tenham gostado das dicas! Não deixem de ler nossos outros posts sobre Mendoza. CLIQUE AQUI!

 

Reservem seus hotéis através dos nossos links (banners) do Booking que estão presentes no site! Ganhamos com isso uma pequena comissão e você não terá nenhum custo extra com isso! Apenas estará nos ajudando a postar todo esse conteúdo grátis. 



Esse artigo foi lido 5891 vezes!

Sobre o Autor

Marcio Vital Valença

Advogado e explorador do mundo nas horas vagas. Conhece mais de 35 países em todos os continentes. Instagram @marcionomundo


Veja Também