Dicas de Pequim: uma das cidades mais encantadoras da China

  • 11 de fevereiro de 2017


Pequim é uma megalólope que possui mais de 20 milhões de habitantes! A cidade é uma das mais visitadas da China e possui inúmeras atrações turísticas importantes a exemplo da Cidade Proibida e um dos trechos da famosa Muralha da China! Para iniciar o post vejam o vídeo com os melhores momentos da nossa viagem:

 

 

Pequim ou Beijing, como é chamada em inglês, entrou no nosso roteiro na nossa primeira viagem à Asia e foi o nosso último destino da viagem! Nesta viagem passamos pelos seguintes países Emirados Árabes (Dubai e Abu Dhabi) e pela China (Shanghai e Pequim) e suas regiões administrativas (Hong Kong e Macau). Todas as dicas dessas cidades já estão disponíveis aqui no site!

 

Como chegamos em Pequim:

 

Cidade Proibida.

 

Não existem voos diretos entre o Brasil e Pequim! Compramos nossa passagem pela cia Emirates e fizemos nosso stop em Dubai e depois de alguns dias nos Emirados Árabes embarcamos para Shanghai, depois para Hong Kong e finalmente fomos de avião para Pequim. Compramos esse trecho interno pela Hong Kong Airlines e o voo teve duração de três horas e meia e custou 150 usd.

 

Várias outras empresas aéreas fazem esse trecho: Dragonair, Air China, China Southern e a Cathay Pacific. Já dentro da Chinas as opções para se deslocar até Pequim são grandes! Uma excelente opção são os trens que são rápidos, baratos e seguros!

 

Visto para entrar na China.

 

Templo do Céu.

 

Os brasileiros que pretendem visitar à China necessitam de visto! Tiramos nosso visto de turismo de múltiplas entradas e colocamos todas as dicas nesse POST ESPECÍFICO.

 

Quando ir para Pequim:

 

 

Pequim é uma daquelas cidades que podem ser visitadas durante todo o ano! Contudo, como as estações do ano são bem definidas, faz muito frio no inverno e muito calor no verão, a melhor opção são nos períodos intermediários, ou seja, os meses de março e abril e setembro a novembro. Fomos em março e o clima estava muito agradável e o céu sem muita poluição.

 

Comunicação em Pequim:

 

 

Infelizmente a língua é uma barreira em grande parte da China e não poderia ser diferente em Pequim!  Tivemos muita dificuldade com a comunicação na cidade. Pra ter uma ideia, para ir do hotel para as principais atrações turísticas da cidade era necessário  que os funcionários do hotel escrevessem em mandarim em um papel e entregar para o taxista! A mesma coisa na volta... entregávamos o cartão do hotel em Mandarim para retornar.

 

Câmbio e Moeda:

 

 

A moeda na china é o Yuan. Em que pese se tratar de uma megalópole vimos poucas casas de câmbio para trocar o dinheiro. Sendo assim, recomendo fazer grande parte ou a totalidade da troca já no aeroporto para evitar maiores transtornos já que as outras moedas como o dólar e o euro não são aceitas em praticamente nenhum lugar.

 

Onde se hospedar em Pequim:

 

Arquitetura moderna da cidade.

 

Pequim possui uma ótima rede hoteleira com a presença dos principais hotéis do mundo. Os hotéis são relativamente baratos e possuem opções para todos os bolsos e gostos. No geral os preços da hospedagem em Pequim fica na média dos países mais baratos da Ásia. Por exemplo: uma diária de um excelente hotel 5 estrelas custa em média 100 usd. Os hotéis que mais chamaram minha atenção durante nossa visita foram: Four Season; Swissotel Beijing; Hotel Éclat e o Hilton.

 

Reservem seus hotéis através dos nossos links (banners) do Booking que estão presentes no site! Ganhamos com isso uma pequena comissão e você não terá nenhum custo extra com isso! Apenas estará nos ajudando a postar todo esse conteúdo grátis. 

 

Transporte em Pequim:

 

 

O transporte público na China é bastante organizado é muito barato! Sentimos falta apenas da falta de informações para os turistas. Como estavámos em 3 saia pra gente quase o mesmo preço do transporte público andar de táxi, portamos andamos praticamente todos os trajetos de táxi! Uma dica: tenha sempre em mãos o endereço do hotel e dos locais a serem visitados em Mandarim.

 

Atrações que visitamos em Pequim:

 

Pequim é uma daquelas cidades que possuem uma infinidade de atrações turísticas! Recomendamos no mínimo 3 dias inteiros para conhecer as principais atrações da cidade. Os pontos turísticos de Pequim são imensos e são lotados. Isso se deve a abertura que o país tem vivido nos últimos anos, fazendo com que a própria população chinesa tivesse mais acesso para conhecer o país. 

 

Durante a nossa visita a Beijing conhecemos as seguintes atrações turísticas:

 

Cidade Proibida "Forbiden City": foi o palácio imperial da China desde meados da Dinastia Min até ao fim da Dinastia Qing. Fica localizada no centro da antiga cidade de Pequim, acolhendo atualmente o "Palácio Museu". O local é absurdamente grande! Prepare-se para gastar um período nesta atração,

 

 

Praça da Paz Celestial: A praça da Paz Celestial é a terceira maior praça pública do mundo, sendo superada apenas pela Praça Merdeka, localizada em Jacarta, na Indonésia, e pela Praça dos Girassóis, localizada em Palmas, no Brasil. Acreditam???? A praça fica exatamente na frente da entrada da Cidade Proibida. Basta apenas atravesar o tunel que existe embaixo da pista e passar pelo detector de metais que você estará lá.

 

 

Templo do Céu: É nada mais nada menos do que um complexo de templos taoistas em Pequim, o maior do seu gênero em toda a República Popular da China. Foi construído no ano 1420 e tanto a Dinastia Ming como a Dinastia Qing o utilizaram para pedir a intercessão celestial para as colheitas (na Primavera) e dar graças ao Céu pelos frutos obtidos (no Outono).

 

 

Muralha China: é uma grande estrutura militar, construída durante o período da China Imperial. A Muralha possui mais de 21 mil quilômetros e atravessa o Deserto de Gobi, quatro províncias e duas regiões autônomas, entres elas a Mongólia. Fizemos o passeio junto com uma empresa particular junto com o Palácio de Verão (contamos tudo nesse POST).

 

 

 

Palácio de Verão: é um conjunto de lagos, palácios, jardins e pontes. Teve sua construção iniciada no século 18 com o objetivo de que a corte imperial tivesse um refúgio de verão ao insuportável calor da Cidade Proibida.

 

 

Atrações que não tivemos tempo de visitar mas que são ótimas opções em Pequim: Beijing Zoo; Beihai Garden; 798 Art Zone; Grande Teatro Nacional, Parque Olímpico e os túmulos da Dinastia Ming.

 

Alimentação em Pequim:

 

 

Não gostei da comida da China. Se você vai para lá achando que vai comer a comida do China in box está muito enganado! A comida é muito esquisita, o cheiro é muito ruim e forte e a comida praticamente não tem sal nem tempero, resumindo: péssima! O jeito foi comer Pizza Hut, Mc Donald's, KFC e haagen dazs.

 

Logicamente que como uma megalópole possui inúmeros restaurantes premiados e vários dos melhores chefs do mundo possuem filial na cidade. Entretanto como estávamos em uma viagem de baixo custo não estava no nosso orçamento comer em restaurantes mais sofisticados!

 

Em Pequim é possível provar algumas iguarias rsrsrsr como o escorpião, estrela do mar, barata, entre outros animais esquisitos. Provamos em uma rua paralela a Wangfujing, principal rua de compras da cidade. O que achamos da experiência? um verdadeiro pega turista besta como a gente rsrsrsrs.

 

Compras em Pequim:

 

 

A principal rua de compras de Pequim é a Wangfujing Road. Nela ficam as principais lojas de grife do mundo! Lá é possível encontrar Apple Store, Louis Vuitton, Gucci, entre outras marcas famosas. Paralelamente existem vários comércios onde é possível comprar souvenir e várias muambas da china com aquele precinho! 

 

Lembre-se de pedir descontos! Na cultura chinesa a negociação é tudo! Compramos alguns produtos com o 1/10 do valor oferecido inicialmente.  Outros locais interessantes para compras são: Pearl Market (Hongqiao Market, Salintun Vilage e o Parkeview Green Shopping.

 

Enfim, adoramos ter conhecido Pequim sem dúvida é uma cidade que não pode ficar de fora de um roteiro para China! Espero que tenham gostado das dicas e qualquer dúvida é só perguntar que teremos o maior prazer em respondê-los.




Sobre o Autor

Marcio Vital Valença

Advogado e explorador do mundo nas horas vagas. Conhece mais de 35 países em todos os continentes. Instagram @marcionomundo


Veja Também