Marcio no Mundo




Dicas de Coron: um paraíso nas Filipinas


Publicado em 04 Jul 17



Booking.com



A linda ilha de Coron fica situada no arquipélago de Palawan, local onde na minha opinião se concentram as praias mais bonitas das Filipinas. Conseguimos encaixar as Filipinas no nosso terceiro roteiro para Ásia (Leiam nosso roteiro completo com dicas e gastos da nossa viagem). Contudo, como tínhamos apenas 5 dias livres tivemos que escolher um único destino no país pois a logística de transporte entre uma ilha e outra é sofrível. Vejam nosso vídeo com os melhores momentos da nossa viagem à Coron:

 


Depois de muita pesquisa na internet e de várias conversas com dois grandes amigos que acabaram de dar uma volta ao mundo escolhemos a ilha que seria nosso destino nas Filipinas. A ilha seria Palawan, mas ainda existia dúvida entre os destinos de El Nido e Coron! 

 

Beach 91 - Coron.

 

Como já sabíamos a ilha começamos a pesquisar a logística entre cada um desses destinos e verificamos que seria mais viável conhecer Coron pelos seguintes motivos: (i) a ilha é praticamente desconhecida e ainda não possui o turismo de massa como ocorre nas demais praias das Filipinas e da Tailândia; (ii) existe aeroporto próximo a Coron; (iii) Coron possui um verdadeiro museu embaixo d'Água com mais de 12 naufrágios japoneses afundados pelos americanos durante a Segunda Guerra Mundial, uma verdadeira Disneylândia para quem gosta e mergulhar.

 

 

Como chegamos em Coron:


É possível chegar em Coron tanto de barco como de avião! Como estávamos em Bali, na Indonésia, tivemos que ir de avião para Coron. A logística de voos nas Filipinas é muito ruim! Já havíamos visto isso em vários blogs mas pudemos conferir isso de perto com nossos próprios olhos. Para se chegar na maioria dos destinos do país é necessário passar pelo aeroporto de Manila, capital do país.

 

Twin Lagoon.


O aeroporto de Manila é moderno, contudo, o terminal doméstico parece uma rodoviária! Os voos atrasam sem nenhuma informação concreta; só é possível saber o portão de embarque no momento da chamada para o voo; existe trilhões de detectores de metais existindo revista em todos os locais. Resumindo: uma verdadeira bagunça. 

 

O aeroporto de Coron fica ilha de Busuanga, ilha onde ficam os hotéis e a região de Coron Town, local onde nos hospedamos e de onde saem os principais passeios da ilha.

 

 

Compramos o trecho  Bali - Manila - Busuanga (leia-se Coron). Compramos com a empresa filipina Cebu Pacífico. O trecho por cerca de 250 usd já com taxas e bagagem de 20 kg. O trecho interno Manila - Busuanga tem duração de 50 minutos e é feito em um avião de médio porte.

 

É possível chegar a Coron também de barco através de El Nido. A viagem dura quase 8 horas e é feita em mar aberto e depende das condições climáticas para ser realizada. Nossos colunistas Thiago e Madu fizeram esse trecho de barco e adoraram. 

 

Visto para as Filipinas: 

 

 

Turistas brasileiros que forem visitar as Filipinas por até 59 dias não precisam de visto para conhecer as Filipinas. A documentação exigida foi: passaporte com validade mínima de 6 meses; bilhete aéreo de ida e volta; voucher de hotel; dinheiro para manutenção e certificado internacional de vacinação da frente amarela.

 

Como é a cidade de Coron:

 

 

Se você está achando que vai encontrar uma super estrutura está muito, mas muito enganado! A cidade de Coron é muito simples e muito pobre! Arriscaria dizer que em alguns momentos parece uma favela mais organizada! 

 

Imagine uma cidade com praias paradisíacas, pousadas baratíssimas, pontos de mergulho surpreendentes, passeios lindos, bares, lixo ao céu aberto, quedas de energias constante, um povo alegre e sorridente, restaurantes onde tudo acaba todas as noites, cerveja quente... pensou? Seja bem vindo à Coron, nas Filipinas, e acredite... você irá se surpreender.

 

Kayangan Lake.

 

Assim que chegamos na cidade ficamos meio abismado com todo aquele cenário de caos, mas depois do primeiro passeio e de conhecer algumas das praias e lagoas mais bonitas do mundo tudo aquilo fez sentido e valeu a pena todo o esforço de pegar horas de voos e conexões para conhecer o verdadeiro paraíso. 

 

Malcapuya Island. Marcela veste @santemaceio

 

Quando ir para Coron: 

 

Beach 91. Marcela veste @santemaceio.

 

Sem dúvida alguma a melhor época para se visitar Coron é no verão, mais especificamente entre os meses de dezembro a maio. Não recomendaria viajar no inverno pois a região fica na rota dos tufões. Fomos em janeiro e pegamos sol todos os dias! 

 

Como se locomover em Coron:

 

Twin Lagoon.

 

Praticamente todos os hotéis de Coron ficam em Coron Town, centrinho onde ficam localizados os hotéis, restaurantes, bares e mercado da cidade. Se você ficar hospedado nessa região muito provavelmente seu único meio de transporte será uma Van do Aeroporto até o hotel e os barcos de uma ilha para outra.

 

Se você escolher um hotel ou resort mais afastado do centro será necessário andar de tuc tuc. Mas isso não é problema, pois eles estão presentes em todos os locais. Os preços dos transportes são muito baratos! Para se ter uma ideia pagamos no trajeto de ida e volta para o aeroporto que leva quase uma hora 300 pesos Filipinos, mais ou menos 6 dólares.

 

Moeda e câmbio de Coron:

 

Banana Island.

 

A moeda das Filipinas é o Peso Filipino. Na época que fomos 1 usd valia 49 Pesos Filipinos (Php). Fizemos grande parte do câmbio já na nossa conexão no aeroporto de Manila. E foi a nossa melhor troca, portanto, recomendo fazer câmbio em Manila.

 

Em Coron é possível fazer câmbio em vários locais de Coron Town, porém, com um câmbio um pouco mais desfavorável. Trocamos 1 usd por 47 PHP.  O dólar praticamente não é aceito na cidade e grande parte dos estabelecimentos não aceitam cartão de crédito! Só consegui passar o cartão para pagar o mergulho! Todo o restante foi em pesos Filipinos. 

 

Onde se hospedar em Coron:

 

Hotel Coron Casa.


Coron possui uma rede hoteleira ainda um pouco precária! São poucos os hotéis que existem na região e a grande maioria deles bem simples! Ficamos hospedados em Coron Town, centrinho de Coron, no Casa Coron Hotel, hotel simples mas que possuía tudo precisávamos: ar condicionado, chuveiro quente, café da manhã gostoso, agendamento dos passeios e excelente localização. Pagamos cerca de 35 usd pela diária do quarto duplo! 

 

Ponto negativo: pouca água no chuveiro, mas acredito que seja um problema generalizado na ilha! Como resolvemos: tomando banho com ajuda de um balde, rsrsrsrsrsr. 

 

Para quem não dispensa um hotel de luxo existem alguns poucos resorts que ficam espalhados em ilhas paradisíacas. Os mais luxuosos são: Two Seasons, Coron Westown, Club Paradise Resort e Sangat Island Resort.

 

 

Principais atrações de Coron Island:

 

Kayangan Lake: um dos locais mais bonitos de Coron. Para ter acesso é necessário fazer uma pequena trilha no meio da floresta e subir cerca de 300 degraus. No meio da trilha é possível ter acesso a melhor vista de Coron! O view point é bastante disputado pois as fotos ficam lindas. 

 

 

Siete pecados: simplesmente o melhor ponto de snorkeling das nossas vidas! Muita variedade de peixes e corais! A sensação é a de estar mergulhando dentro de um aquário. Fomos para siete pecados no passeios do Coron Island Tour, contudo, é possível ir passar um período lá só mergulhando.

 

 

Beach 91: uma das praias mais bonitas da minha vida! Foi o local onde a empresa que contratamos parou para o almoço. 

 

 

Twin Lagoon: São duas lagoas muito parecidas  de água doce e salgada que tem acesso para o mar. Para ter acesso é preciso ir nadado! Como no barco existe colete não há problema! Basta ir nadando lentamente.

 

 

Barracuda Lake: lago bastante profundo de água doce e salgada onde é possível fazer snorkeling ou mergulho de cilindro! Foi um dos pontos de mergulho que fizemos. O local é lindíssimo e a formação rochosa que envolve o lago é incrível. Foi neste local onde fizemos nosso primeiro mergulho de cilindro em Coron.

 

 

Malwawen Reef e Skeleton Wreck: o primeiro é uma bancada de coral bem conhecida nos arredores de Coron Island ideal para pratica do snorkeling. O segundo é um naufrágio que fica a poucos metros de profundidade e que pode ser visto apenas fazendo snorkeling.

 

 

Passeios e outras atrações de Coron:

 

Malcapuya Island.

 

Coron possui na minha opinião 4 passeios que são imperdíveis: (i) Coron Island Tour, passeio pelas principais atrações de Coron; (ii) Island Escape Tour, passeio por três lindas ilhas afastadas de Coron; (iii) Mergulho nos naufrágios da segunda Guerra e (iv) Reefs & Wrecks Tour, passeio por vários pontos para snorkeling e parada em uma ilha paradisíaca. Fizemos um post específico sobre cada um dos passeios que fizemos na ilha:


1º dia: Coron Island Tour, passeio pelas principais atrações de Coron - Kanyangan Lake; Siete pecados; Beach 91; Twin Lagoon; Malwawen Reef; Skeleton Wreck; Cyc Beach (PARA LER NOSSO POST COMPLETO CLIQUE AQUI);

 

 

2º dia: neste dia nos dividimos! Eu fui fazer o mergulho pelos naufrágios japoneses e lagoas de Coron (Leia nosso post) e Marcela, minha esposa, fez o passeio Reefs & Wrecks Tour (veja o passeio);

 

 

3º dia: Island Escape Tour, passeio por Malcapuya Island, Banana Island e Bullong Island (vejam nossa matéria sobre o passeio).

 

 

Mergulho em Coron:

 

Barracuda Lake.

 

Coron é conhecida mundialmente por ser um museu aquático! Existem vários naufrágios, recifes e lagos que podem ser desbravados na região. Fizemos um mergulho triplo no Barracuda Lake, no naufrágio Olympia Maru e no East Tangat e contamos tudo no blog. CLIQUE AQUI.

 

 

Culinária e gastronomia de Coron:

 

A cidade de Coron vem cada dias mais abrindo restaurantes, contudo, todos eles são simples e os preços bem acessíveis. Os restaurantes ficam cheios por volta das 19:30 da noite e na alta estação os melhores possuem fila. Além disso, como a ilha é pequena e precária os pratos vão se esgotando a cada momento. 

 

O arroz está na base da culinária dos Filipinos! Eles comem muita carne de porco e frutos do mar. A comida não é apimentada! Durante nossa estadia comemos nos seguintes restaurantes:


Los Guapos: restaurante mexicano que ficava embaixo do nosso hotel, Coron Casa Hotel! Sempre em algum horário do dia passávamos lá para tomar um drink e comer um petisco. O local é muito pequeno, mas bem agradável;

 

 

Calle Real Bistrô: restaurante situado em frente ao Los Guapos. Ambiente agradável e comida muito boa;

 

Sinugba Sa Balay: uma das melhores costelas de porco que já comi na vida! Muito boa mesmo! Ambiente simples e que possui um cardápio escrito em um quadro que o garçom vai atualizando o que vai acabando de acordo com os pedidos! É uma bagunça, mas vale a pena;

 

Carls BBQ: restaurante do lado do Sinugba! Atendimento péssimo, comida boa e ambiente agradável.

 

Curiosidades de Coron:

 


A principal cerveja das Filipinas é a San Miguel e ela é muito boa e barata! Nos restaurantes custa em torno de 1 usd e nos mercadinhos 50 centavos de dólar. Prove tanto a San Miguel normal como a São Miguel Light;

A água do mar de Coron é quentinha igual a do nordeste do Brasil;

A maioria do país é formada de Católicos;

As Filipinas é um dos países mais populosos do mundo;

Os passeios podem ser reservados com um dia de antecedência e até mesmo na hora se ainda existir vaga! São várias as empresas que existem na região;

O mergulho em naufrágio em Coron é um dos melhores do mundo. Ao todo são mais de 12 naufrágios japoneses;

Cartão de crédito e o dólar americano são pouco aceitos, portanto, procure fazer câmbio e sempre estar com pesos Filipinos;

A ilha de Palawan possui uma infinidade de fazendas aquáticas que são produtoras de pérolas de altíssima qualidade! Então um compra legal são as pérolas;

 

Compras em Coron:

 


Coron possui um centrinho cheio de lojinhas "camelôs" vendendo muambas e algumas poucas lojas vendendo pérolas! Durante nossa viagem compramos várias coisinhas nesses comércio:

 

Bolsa a prova d'água: 10 usd 
Cabos de iPhone: 2 usd;
Capa de iPhone 7 plus: 4 usd;
Caixa de som com Bluetooth: 5 usd;
Colar de pérolas varia de acordo com o tamanho e a qualidade da pérola. 

 

Quantos dias ficar em Coron:

 

Marcio veste @baskashort e Marcela veste @santemaceio


Recomendo passar 3 dias inteiros para fazer os principais passeios de Coron. Se gostar de mergulho recomendo passar mais um ou dois dias mergulhando nos inúmeros pontos de mergulho que a ilha tem a oferecer.

 

Não deixem de ler nossos outros posts das Filipinas.

 

Enfim, amamos ter conhecido as praias ainda pouco exploradas de Coron! Sem dúvida o destino de praias mais bonito que já visitamos até o momento! Entretanto, Coron não é um daqueles destinos que podemos indicar para qualquer pessoa! Realmente é um destino que precisa estar com o coração aberto para se conhecer, pois a pobreza e a desorganização do local é grande! 

 

 

Espero ter ajudado com essas dicas e qualquer dúvida que porventura tenham é só perguntar que teremos o maior prazer em respondê-los. De Coron voltamos para Cingapura e iniciamos nosso retorno para o Brasil. 



Esse artigo foi lido 3992 vezes!


Texto Escrito Por:

Marcio Vital Valença

Advogado e explorador do mundo nas horas vagas. Conhece mais de 35 países em todos os continentes. Instagram @marcionomundo



Comentários

Publicidade



Booking.com

_300x250_CGH_SDU.jpg

Generic 250x250

Seguro viagem geral 250x250

Encontre-nos no Facebook




Posts Relacionados


Dicas de Coron: um paraíso nas Filipinas

04 Jul 17

Três ilhas paradisíacas nas Filipinas

01 Fev 17

Coron Island tour: conhecendo as principais atrações de Coron

24 Jan 17

Posts Mais Populares


Alagoas: Dicas de São Miguel dos Milagres

Alagoas

Praia do Patacho - uma das praias mais bonitas do Brasil

Alagoas

Guia completo de Maceió

Alagoas