Dicas gerais da Romênia

  • 07 de outubro de 2016


Foto capa: Castelo de Peles, residência de verão da antiga família real e hoje museu.

 

O que fazer na Romênia?

 

A Romênia ainda é pouco conhecida por nós brasileiros, mas adianto que é super aconchegante, romântica e linda! Cidades medievais, lendas, cultura, comida de qualidade, e o melhor: podemos falar também que é um destino “barato” dentro da Europa. Lá se gasta igual ou um pouco menos que no Brasil.

 

Mundialmente conhecida como o país do Conde Drácula, a Romênia vai muito mais além desta lenda. Riquíssima em seu patrimônio cultural, as cidades romenas são repletas de casas e prédios tombados repletos de charme e muitos patrimônios da UNESCO.

 

A história da Romênia é marcada por invasões bárbaras. Primeiramente o domínio otomano, depois o russo com seu comunismo, para apenas em 1989 ter o sistema político reformulado e ser instaurado o sistema político democrático. Hoje a Romênia faz parte da União Europeia e o turismo vem aumentando na região.

 

 

Foto: Casas típicas em Sibiu.

 

Religião da Romênia

 

A grande maioria é cristã ortodoxa (é possível visitar igrejas belíssimas por lá) e uma parcela muçulmana, resquícios da época do domínio otomano.

 

Foto: Igrejas de vários estilos espalhadas pela Rômenia.

 

Quando ir para Romênia?

 

O ideal é evitar o inverno pesado para curtir mais. Eu fui em setembro e peguei um pouco de chuva e um pouquinho de frio em algumas regiões. Um amigo que continuou por lá até o final de setembro pegou mais frio e até neve em uma região. Replanejando esta viagem, acredito que o ideal seria agosto para também fugir do calorão do alto verão em junho/julho.

 

Foto: Praça em Brasov.

 

Como chegar na Romênia?

 

Não existem voos diretos do Brasil para a capital Bucareste, mas é possível de várias cidades da Europa. Eu fui de ônibus, pois estava na vizinha Bulgária. (meu voo eu peguei em Roma para Skopje na Macedônia, primeira parada que iniciou a viagem). obs.: Não precismos de vistos!

 

Que roupas levar para Romênia?

 

Nenhuma exigência quanto às roupas. Tudo bem normal, a única preocupação deve ser como vai estar o clima quando você for. Apenas poucas igrejas e mesquitas é preciso cobrir pernas e ombros. (Tive essa preocupação antes ir por conta da história de domínio turco).

 

Foto: Prefeitura de Brasov.

 

Idioma da Romênia

 

O idioma oficial é o Romeno, mas quase todo mundo consegue compreender inglês por lá. Uma super curiosidade em relação ao romeno é que, assim como o nosso português, o idioma tem origem do latim e parece uma mistura de português/italiano/espanhol/etc. Ou seja, nós brasileiros conseguimos entender algumas palavras e até frases às vezes.

 

Exemplo de algumas palavras:

Casa di bilete: Bilheteria

Intrare: Entrada

Prefectura: Prefeitura

Da/Nu: sim, não

La revedere : Adeus

 

 

 

Moeda da Romênia

 

A moeda local é o Lau romeno. Um Lau romeno é mais ou menos R$0,82. Poucos lugares aceitam euro, a cotação do câmbio estava 4,40 leis para 1 euro. A moeda ideal para se levar é euro e fazer o câmbio por lá.

 

A Romênia é um país mais barato do que o Brasil. A exemplo as contas de restaurantes, em geral se paga menos que no Brasil, mas não muito menos.

 

Compras na Romênia

 

Este item que geralmente coloco nos posts não deve nunca ser pensando como uma temporada de compras nos EUA, mas sim itens icônicos bacanas de cada país e alguns achadinhos que podem valer a pena.

 

Souvenirs- o melhor local para comprar souvenirs é na feirinha perto do Castelo de Peles em Sinaia: diversidade e preço baixo.

 

Batas típicas bordadas à mão - Uma coisa que praticamente toda mulher compra quando vai para lá são essas batas. Tais batas são lindíssimas e já serviram de inspiração para coleção de moda de Valentino. Os preços variam muito: começam de 120 leis até 600 ou até mais. Existe a diferença entre ser bordada à mão ou na máquina também. A dica é: o melhor lugar para comprá-las, seja pela variedade e pelos preços, é na feirinha perto do Castelo de Peles, em Sinaia. Deixe para comprar lá!  Lá foi minha primeira parada na Romênia e me arrependi de não ter comprado mais. Umas que amei lá não encontrei em mais nenhum lugar do país. O preço que paguei foi 120 leis (que também podia ser pago em euro, por 30 euros).

 

 

Roupas de festa – não viajei com isso em mente, mas comprei dois vestidos longos de festa por preços excepcionais. Fica a dica se você for lá e precisar, dá para encontrar excelentes opções por ótimos preços. Paguei o equivalente a 130 reais em um deles e 560 em outro.

 

Que cidades visitar na Romênia?

 

Eu visitei a capital Bucareste, a rural cidade de Viscri,  e no famoso estado da Transilvânia as cidades de Bran, Sighisoara, Sibiu, Brasov e Sinaia, além da famosa Transfagarasan Road. Conheça comigo cada uma delas clicando em seus nomes (BREVE todas estarão disponíveis).

 

Foto: Castelo de Bran, conhecido como Castelo do Conde Drácula.

 



Esse artigo foi lido 1403 vezes!

Sobre o Autor

Ana Carla Gameleira

Psicóloga clínica e nas horas vagas viajante. Acompanhem minhas fotos no Instagram: @relatosdeviagens


Veja Também