Um tour pelas vinícolas chilenas Concha y Toro e Santa Rita

  • 01 de setembro de 2016


O Chile é um dos maiores produtos do mundo de vinhos e possui ótimas excursões para explorar as vinícolas nos diversos vales que existem nos arredores de Santiago.
 
 
LEIAM NOSSOS OUTROS POSTS SOBRE O CHILE. CLIQUE AQUI.
 
 
Depois de muito estudo optamos por conhecer as duas principais vinícolas do Vale do Maipo: Concha y Toro e Santa Rita, duas das mais premiadas vinícolas do da região e do país. 
 
 
 
Contratamos o passeio ainda no Brasil pela empresa Viator, empresa bastante conceituada no famoso site TripAdvisor. O passeio custou 89 usd por pessoa e incluía o tour de ida e volta e degustação de vinhos em ambas as vinícolas!
 
 
 
 
A empresa nos pegou em nosso hotel às 8:00 horas em um carro privativo e fez todo passeio unicamente para mim e meu filho Diogo! O carro era sedan muito confortável e nossa primeira parada foi na Bodega Concha y Toro, que fica aos pés dos Andes!
 
Vinícola Concha y Toro.
 
 
O trajeto até a vinícola durou 30 minutos! Assim que chegamos fizemos um tour por toda empreendimento com um guia fornecido pela vinícola! Visitando o casarão dos proprietários e as dependências da vinícolas! Durante a visita passamos por uma área cheia de barricas de carvalho que é dedicada ao vinho Casillero del Diablo (a Adega do Diabo), vinho popular internacionalmente produzido a partir de uma casta carmenere, uma uva originária de Bordeaux que agora se tornou a uva símbolo do Chile.
 

 
Após a visita fizemos uma degustação de vinhos da vinícola! Provamos 3 vinhos, sendo dois tintos e um branco! Entre os tintos provamos o famoso Casillero del Diablo. 
 
 
 
 
Depois da degustação partimos para Vinícola Santa Rita, que também fica no Vale do Maipo, a pouco mais de 20 minutos de distância da Concha y Toro. No trajeto paramos em um restaurante e fizemos um rápido lanche.
 
 
Vinícola Santa Rita.
 
 
A vinícola Santa Rita possui instalações bem antigas, porém muito agradáveis! O local possui um renomado restaurante onde é possível almoçar. Se for almoçar recomendo fazer reserva, pois o restaurante é bem badalado!
 
 
 
 
Chegando lá fizemos o tour e visitamos grande parte da estrutura das vinícolas! O local produz vinhos para todos os gostos e bolsos e o que mais chamou atenção foi que o local possui vinhos com mais de 30 anos como também produz muitos vinhos jovens sem nenhum contato com as barricas de carvalho. 
 
 
 
 
Lá também degustamos 3 vinhos, dois tintos e um branco. Gostamos de todos, porém preferimos os vinhos da Cocha y Toro! 
 
Enfim, valeu demais ter feito esse passeio! O local possui belas paisagens e é possível conhecer um pouco mais sobre a história e sobre os vinhos do Chile! Não vá de forma alguma achando que encontrará a estrutura das vinícola de Mendoza, na Argentina, pois as vinícolas chilenas são muito menos imponentes. Pelo menos foi essa a impressão que ficou!
 
 
 
 
Fotos: Diogo Vital e Marcio Aguiar Valença.


Esse artigo foi lido 3796 vezes!

Sobre o Autor

Marcio Valença

Médico, apaixonado por viagens e fotografia.


Veja Também