Sri Lanka: A impressionante Fortaleza de Sigiriya por @relatosdeviagens

  • 19 de junho de 2016


Foto capa: Reprodução

 

Sem dúvidas é uma das atrações mais fantásticas para se conhecer em uma visita ao Sri Lanka.

 

Sigiriya (Pronúncia: Si-gui-ría) apresenta uma maravilhosa concentração do século V sobre planejamento urbano, arquitetura, jardins, engenharia, tecnologia hidráulica e arte. Era um palácio e um império que chama atenção por ser um dos mais bem preservados sítios arqueológicos no sul da Ásia.  

 

 

 

 

Este sítio arqueológico riquíssimo faz parte do Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e foi a antiga capital do Sri Lanka, onde em seu topo, em uma rocha de aproximadamente 200 metros de altura, existia o castelo do rei  Kasyapa e suas 500 esposas, que era todo feito em mármore (hoje existem poucas pedras de mármore por lá).  Além da rocha onde existia o castelo, Sigiriya é composta por uma região de aproximadamente 90 hectares, além de um extenso caminho até chegar ao topo. A área foi simetricamente planejada e chama a atenção pela arquitetura e tecnologia utilizadas para a época.

 

 

A fortaleza também é conhecida como Lion Mountain por conta de o antigo castelo ter sido na forma de um leão agachado (a entrada era pela boca). Hoje apenas as patas continuam preservadas e alguns trechos das inúmeras escadarias. Ao redor, canais, jardins, fontes, etc.

 

História de Sigiriya

 

Antes de Sigiriya ser a capital do Sri Lanka, Anuradhapura fazia as vezes e era governada pelo rei Dhatusena que possuía três filhos (dois homens e uma mulher). O Rei entregou sua filha para se casar com um sobrinho que era o general do exército. Certo dia, a princesa queixou-se com pai que o esposo a tratava mal. Para realizar sua própria justiça, o Rei ordenou que a mãe do sobrinho, sua única irmã, fosse queimada na fogueira. Movido por tal questão, o genro quis vingança, e começou a fazer a cabeça do filho mais novo, Kasyapa (459-477 A.D.), alertando-o que ele nunca seria rei e que poderia ajudá-lo a construir um império por ter o exército em suas mãos. Conspirando juntos, ambos conseguiram mataram o rei. Com medo que seu outro irmão tentasse vingança, Kasyapa pensou em sua segurança e construiu o palácio na pedra de Sigiriya,onde viveu por 17 anos. Certo dia, seu irmão resolveu emplacar uma luta contra ele. Ele foi abandonado pelo povo e acabou cometendo suicídio. Seu irmão então assumiu o trono que lhe era de direito e começou a reinar em Anuradhapura. Sigiriya começou a cair em declínio.  

(Fonte da história, Livro: Sigiriya de Senake Bandaranayake e Livro: Ceylon)

 

 

A visita

 

A subida ao topo do sítio possui aproximadamente 1200 degraus (e mais os mesmo para descer!! Rsrsrs) O desafio vale super a pena e sem dúvidas foi o sítio mais incrível que já visitei.

 

Pelo caminho também encontramos essas pedras unidas que são importantes para os cingaleses que dizem que elas estão fazendo a saudação ao visitante "Ayubowan", que significa algo como "vida longa". Lá todos se cumprimentam assim. (a saudação é feita unindo as mãos na frente e abaixando a cabeça, como aquele emoji que tem as mãozinhas rezando).

 

 

Lá podemos ver também pinturas MUITO bem preservadas do século V que ficam a uns 100 metros de altura do chão. 

Depois de tudo isso que contei, Sigiriya virou um monastério budista ( que eram muito distraídos por essas pinturas seminuas, rsrsrs) até o século 14. Hoje, o local atrai muitos turistas.

 

 

Onde fica Sigiriya?

Fica entre as cidades de Habarana e Dambulla, a mais ou menos duas horas de carro de Kandy (dormimos em Habarana).

 

Quanto custa?

 $30.

 

Quanto tempo dura a visita?

Xii, não cronometrei, mas acredito que umas 3 ou 4 horas. Pensando que vai subir, descer e curtir lá em cima.

 

Que roupa vestir?

Uma das poucas atrações no país que não é de cunho religioso, ou seja, pernas e ombros podem aparecer. O ideal é usar uma roupa e sapatos confortáveis, pensando no imenso calor que faz na região, duplicados pelo esforço físico feito na visita.

 

O que levar?

Água e lanche e evite peso. Em cima não tem onde comprar.

 

Horários de funcionamento?

Funciona todos os dias, das 7h as 17h:30m.  

 

 

Saiba mais em:

http://www.sigiriyatourism.com

 

Fotos post: Acervo Pessoal e foto da capa Reprodução.

Me acompanhe pelo Instagram: @relatosdeviagens



Esse artigo foi lido 1687 vezes!

Sobre o Autor

Ana Carla Gameleira

Psicóloga clínica e nas horas vagas viajante. Acompanhem minhas fotos no Instagram: @relatosdeviagens


Veja Também