Ilha de Capri - um dos destinos mais cobiçados da Europa

  • 13 de fevereiro de 2016


A famosa e badalada ilha de Capri fica localizada no mar Tirreno próximo da Costa Amalfitana.  Esse é o principal destino dos italianos e grande partes dos europeus durante o período do Verão.

 

Posts Relacionados:
 
 
 
 
 
 


Quem for para a Costa Amalfitana deve ter como parada obrigatória este destino. Seja para passar o dia ou ficar duas ou três noites hospedados.


 

Como chegar em Capri: 

 

Existem diversas formas para chegar em Capri. Pode-se sair de Napoli, Sorrento, Positano e Amalfi. Todas essas opções são através de barco. Os bilhetes podem ser comprados através do site da empresa ou no próprio porto. Custam em média 20 euros o trecho. 
 

 

Como fomos para Capri: Pegamos um trem em Roma com destino a Napoli (1 hora e meia de duração). Chegando em Napoli, pegamos um taxi para o porto (15 euros) e compramos nossos bilhetes para Capri na hora.

 

Onde se hospedar: 

 

Em capri existem diversas opções de hospedagem. Vou citar três hotéis:


Hotel La Reginella - hotel 3 estrelas. Situado na Via Matemania, 36. Preço médio da diária R$ 170 reais.


Hotel Weber Ambassador - hotel 4 estrelas. Situado na Via Marina Picolla 118. Preço médio da diária 450 reais. Ficamos nesse hotel na nossa lua de mel e é simplesmente inesquecível. Possui a melhor vista de capri e fica muito próximo da marina Picolla. Local onde tem um píer com alguns Beach clubs e restaurantes com uma vista fabulosa da ilha. Hotel possui um restaurante muito legal, onde todas as noites um pianista toca diversas músicas.

 

Vista do quarto do hotel weber.

 

Capri Tiberio Palace - hotel 5 estrelas. Com diária média de 1000 reais.

 

Como se locomover em capri: 

 

Os táxis são caríssimos. Custa cerca de 30 euros para ir de um a outro da ilha (trecho curto de 10 minutos). Um boa opção é andar de ônibus que custa cerca de 3 euros ou através dos transportes fornecidos pelos hotéis. 

 

 

Pontos turísticos de Capri:

 

Piazetta - praça central de Capri. Possui diversos restaurantes e várias das grifes mundialmente renomeadas. O local é ideal para ir tanto durante o dia como durante a noite. Aproveite para se perder nas rualas do centrinho de Capri.

 

 

Faraglione - formação rochosa que lembra o moro dois irmãos em Fernando de Noronha. Durante o passeio de barco é possível passar pelo local.

 

 

Gruta Azul - Gruta onde o reflexo da luz deixa a água extremamente cristalina. No passeio de barco é possível ir para a Gruta. Para entrar no local tem que pegar um barquinho! O valor custa em média 15 euros.

 

 

Arco Naturale - formação em formado de arco que fica em um dos extremos da ilha. Fica a uma curta caminhada do centro. Conhecemos essa atração quando fizemos uma pequena trilha pela ilha.

 

Arco Naturale. Caminhada de 20 minutos de centro.

 

 

Marina Picolla - Marina onde fica situada alguns restaurantes e um dos melhores locais para tomar um mergulho. A água de Capri é bem gelada, mas é uma delícia para refrescar.

 

Restaurante onde almoçamos na Marina Picolla. Vista sensacional.

 

Marina Grande - marina principal onde chegam os barcos da Costa Amalfitana. Nela existem vários restaurante e lojas vendendo artesanato local e o famoso licor de limão (limoncello). É daí que partem os barcos que fazem o famoso City tour pela ilha (custa em média 20 euros por pessoa). Vale a pena fazer o City tour privado que custa uns 70 euros o barco.

 

Marina grande. São nesses barquinhos que são feitos os City tour privados.

 

Nosso roteiro foi o seguinte: Passamos duas diárias em Capri. Primeiro dia: passeamos pela Marina Picolla e depois fomos para o centro (Piazetta), onde jantamos no Restaurante Da Giorgio. Comemos uma salada de polvo (comida típica da região) de entrada e um risoto de frutos do Mar. 

 

Passeio pelo centro de Capri. Esse é o hotel mais famoso de lá (Hotel Quisisana).

 

Segundo dia:  fomos até o arco Naturale e depois fizemos uma trilha até a Piazetta, passando pelo Faraglione. Nesta trilha tivemos os melhores visuais de Capri. Depois descemos para Marina Grande e alugamos um barquinho para um City tour na ilha. Preferimos fazer o tour privado pois queriamos para em alguns locais para tomar banho.

 

Trilha próximo à Piazetta.

 

Enfim, amamos ter escolhido Capri para o início da nossa Lua de Mel. Depois partimos para Sorrento onde passamos dias maravilhosos na Costa Amalfitana e depois viajamos para o interior da França e passamos dias incríveis nos Castelos do Vale do Loire.



Esse artigo foi lido 2281 vezes!

Sobre o Autor

Marcio Vital

Sou Advogado especialista em Direito Civil, Imobiliário e Trabalhista. Meu principal lazer é viajar e fotografar o mundo. Tenho um instagram que funciona como um microblog sobre minhas viagens e hoje conta com mais de vinte e cinco mil seguidores @marcion


Veja Também