Peru: um passeio pelas Islas Ballestas e pela Reserva de Paracas

  • 01 de julho de 2016


Conhecemos o Peru em janeiro de 2016 e voltamos encantados com as suas belezas naturais e posso afirmar com toda certeza que existe muita cidades lindas além de Machu Picchu.
 
 
Não deixem de ver nossos Guias de Lima , Cusco e Machu Picchu.
 
 
Para quem vai visitar a região de Ica, Paracas ou Pisco, cidades que ficam ao sul de Lima, no Peru, um passeio bastante procurado é o da Islas Ballestas e o da Reserva Nacional de Paracas.
 
 
Cidade de Paracas.
 
 
Fizemos esse passeio no segundo dia em que estávamos em Huacachina, oásis que fica na cidade de Ica e escolhemos para ficar os dois primeiros dias na região.
 
 
Contratamos o passeio no dia anterior e custaram 65 soles por pessoa. Diversas agências de turismo de Ica fazem o passeio e não precisa fazer Reserva prévia! Basta contratar com um dia de antecedência e até mesmo na hora se tiver disponibilidade.
 
 
Nosso guia nos pegou em nosso hotel às 7 horas da manhã e fomos direto para Paracas (significa em Quechua chuva de areia). Assim que chegamos em Paracas fomos orientados que teríamos que pagar uma taxa de 15 soles pelos ingressos da Isla Ballestas e da Reserva de Paracas. Além desse valor também tivemos que pagar uma taxa de 3 soles. 
 
 
O passeio saiu de um píer na Baía de Paracas. As lanchas são bem organizadas, com dois motores de 200 hp e acomodam 44 pessoas sentadas e com colete. 
 
 
O passeio tem duração de uma hora e meia! São mais ou menos 20 minutos de ida e 20 de volta. Na ida paramos em uma das atrações mais conhecidas da região: o Candelabro. 
 
 
Candelabro.
 
 
Nossa segura parada foi nas ilhas Ballestas. Trata-se de um conjunto de ilhas no Pacífico onde diversas espécies marinhas se reproduzem. O local é incrível. Repleto de aves e outras espécies marinhas como caranguejos e Leões Marinhos.
 
 
Ilhas Ballestas.
 
 
As aves que mais chamam atenção são o Pinguim de Humboldt, espécie que se encontra em risco de extinção, e o Pelicano peruano. Vimos vários dessas espécies e diversas outras.
 
 
Algumas das espécies que avistamos.
 
 
Passamos mais ou menos 45 minutos no local e observamos com calma todos esses animais em seu habitat.
 
 
 
 
Adoramos o primeiro passeio do dia e me pareceu bem organizado e seguro. Valeu muito a pena.
 
 
 
 
Após o passeios das ilhas, fomos colocado em outro ônibus, desta vez um bem velho e apertado e fomos percorrer a Reserva de Paracas. Logo na entrada foram solicitados os ingressos comprados no píer. Assim que entramos no Parque no ficamos encantados com o local que lembra demais o Deserto do Atacama, no Chile. Nossa primeira parada foi em um local chamados Lagunitas. 
 
 
Lagunitas.
 
Passamos cerca de uma hora e meia no local e tivemos tempo para almoçar e explorar a região.
 
 
 
 
Nesta local existem 4 restaurantes! Optamos por almoçar no restaurante Tia Pily e pedimos um peixe Chita inteiro. O prato estava delicioso! E deu bem para duas pessoas. Nossa refeição custou 64 soles (um peixe inteiro + uma cerveja grande e uma água). 
 
 
Depois do almoço fomos explorar à pé os arredores. Existe uma pequena praia com fundo de areia que é ideia para um mergulho. Pena que não fomos orientados a levar roupa de banho senão certamente teríamos dado um tchibum, rsrs. Subimos em um pequeno morro que fica na região e lá do alto é possível ter uma visão ampla do início da Reserva.
 
Linda vista da Reserva de Paracas.
 
 
Na reserva é possível observar diversos animais. Novamente ficamos admirando os pelicanos peruanos fazendo seus voos em bando.
 
 
Pelicalo Peruano.
 
 
Voltamos para o ônibus e nossa segunda parada foi na Playa Roja, uma das praias mais bonitas da Reserva de Paracas, onde passamos apenas 10 minutos para tirar algumas fotos.
 
 
Playa Roja.
 
 
Por fim, fomos ao museu da Reserva de Paracas e tivemos uma explicação do nosso guia sobre a região. O museu é bem pequeno mas é bem interessante e explica bem toda a história da região.
 
 
Algumas imagens do museu.
 
 
Não deixem de ver o vídeo dos melhores momentos do nosso passeio para as Islas Ballestas e para a Reserva de Paracas:
 
 
 
 
 
Adoramos ter feito esse passeio. Foi na nossa opinião o segundo melhor passeio que fizemos no Peru, perdendo apenas para Machu Picchu, pois pudemos ver de perto as belezas naturais da costa peruana e conhecer diversas espécies que nunca tínhamos ouvido falar.


Esse artigo foi lido 4292 vezes!

Sobre o Autor

Marcio Vital Valença

Advogado e explorador do mundo nas horas vagas. Conhece mais de 35 países em todos os continentes. Instagram @marcionomundo


Veja Também