Veneza: dicas de um das cidades mais românticas do mundo

  • 01 de maio de 2017


Veneza, Venice, Venecia, Vêneto... várias são as denominações desta cidade que eu considero como a cidade mais romântica do mundo!

 

 

É uma cidade italiana da região do Vêneto, província de Veneza no nordeste de Itália. Tem cerca de 271 mil habitantes e é conhecida pela sua história, canais, museus e monumentos. É classificada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Dos muitos monumentos e locais turísticos existentes, destacam-se a imponente Basílica de São Marcos, a famosa Ponte de Rialto e a Ca' d'Oro.

 

 

Quando ir para Veneza: Veneza é linda em todas as estações no ano. Tem que ter cuidado apenas nas épocas que são propicias para a chamada (acqua alta), que é quando a maré sobe demais e a cidade fica inundada (meses de novembro e dezembro). Fui em abril e o clima estava muito agradável. Pegamos uma temperatura média de 16 graus. 

 

Onde ficar: Veneza conta com diversas opções de hotéis, contudo, os preços estão entre os mais caros da Europa. Ficamos em um Hotel chamado Kosher House Giardino Dei Melograni. Fica Situado numa região tranquila de Veneza (Campo Del Guetto Nuovo, 2873/C, Canareggio). Gostamos bastante deste hotel, pois os quartos são bastantes espaçosos e muitos deles tem vista para os canais de Veneza.

 

Reservem seus hotéis através dos nossos links (banners) do Booking e do hoteis,com que estão presentes no site! Ganhamos com isso uma pequena comissão e você não terá nenhum custo extra com isso! Apenas estará nos ajudando a postar todo esse conteúdo grátis.

 

*vista do quarto do nosso hotel.

 

Outro ponto positivo do hotel é que ele fica próximo da estação Central de Veneza e próximo ao Gran Canal.

 

 

Como chegar em Veneza: pode-se chegar em Veneza de varias formas.

 

1) avião: diversas companhias aéreas fazer esse trecho. Fomos pela Easy Jet e voltamos pela Vueling, ambas são empresas europeias de low coast, ou seja, tem um custo bem menor que as demais empresas.

 

2) Trem: a estação de Veneza fica praticamente dentro da cidade, portanto, é uma excelente opção.

 

3) ônibus: tem uma ponte que liga Veneza a costa. Então o ônibus deixa os passageiros dentro de Veneza.

 

4) carro: nenhum tipo de carro pode entrar em Veneza. Desta forma, se você estiver pensando em alugar o carro para ir a Veneza o mesmo terá que ser devolvido antes de entrar na cidade ou terá que ficar em um estacionamento durante o período da sua estada.

 

Pontos turísticos de Veneza:

 

Piazza San Marcos – É a praça mais famosa de Veneza e o principal destino turístico da cidade. Onde está localizada a Basílica de San Marco e a torre da praça (Campanário). A praça é o lugar mais baixo de Veneza, quando a água sobe no mar Adriático, é o primeiro ponto a inundar.

 

 

Nesta praça existem diversos cafés que ficam tocando música clássica durante o dia e a noite. Fomos para o Café Florian que é um dos cafés mais antigos de Veneza (fundado em 1720).

 

 

Basílica de San Marcos - A basílica localizada na praça San Marco e é de fato o templo sagrado de Veneza. Nesta igreja ficam os restos mortais de São Marcos. 

 

 

Ponte dos Suspiros - fica localizadaperto da Praça San Marco. O nome ponte dos suspiros, segundo a lenda, foi dado porque como a ponte servia de passagem para a entrada da prisão, os prisioneiros paravam na ponte para dar o último suspiro ao ver o mundo pela última vez.

 

 

Gran Canal - É a maior via aquática de Veneza. Todas as rotas do Vaporetti passam pelo Canal, e nele ficam localizadas as três pontes de Veneza, inclusive a ponte Rialto.

 

*vista do Grande Canal através da ponte Rialto.

 

Ponte Rialto - A Ponte de Rialto é a ponte mais famosa da cidade. Nas duas margens próximas da ponte existem diversos restaurantes e lojinhas. É uma excelente opção para jantar ou almoçar.

 

 

Santa Maria della Salute (Santa Maria da Saúde) - é uma basílica de Veneza, fica no grande canal no lado oposto à praça San Marco. Foi construída como promessa pelos habitantes venezianos por causa da peste que dizimou grande parte da população em 1630.

 

 

Palazzo Ducale – lindo palácio que fica localizado na praça San Marcos. Fica vizinho a Básilica. 

 

Nosso Roteiro: passamos três dias em Veneza. No primeiro dia fizemos um trecho imenso andando. Saímos do Hotel e fomos caminhado até a ponte Rialto e depois fomos até a praça San Marcos (40 minutos de caminhada lenta). Voltamos para o Hotel de Vaporetto (ônibus aquático). À noite pegamos novamente o vaporetto e paramos na estação Rialto e jantamos em um dos restaurantes que ficam na margem do Gran Canal.

 

No Segundo dia fizemos novamente o percusso até a ponte Rialto. Tomamos Café da manha em uma lanchonete que fica na base da ponte. Depois fomos para o Praça San Marco e visitamos a Basílica de San Marcos (não pode entrar com nenhuma bolsa. tivemos que deixar as coisa num guarda volumes nas proximidades). Passeamos pelas lojinhas que vendem artesanato local (famosas mascaras). Passamos numa rua cheia de lojas de grifes. Paramos para um lanche e tomar uma cerveja no Hard Rock Café (fica atrás da praça). E depois do lanche fizemos o IMPERDÍVEL passeio de Gôndola (custa em torno de 70 euros o tour menor com duração de 25 minutos). No final da tarde fomos para o Café Florian na Praça San Marco e ficamos assistindo um conserto de violino.Voltamos para o Hotel e a noite repetimos a programação do primeiro dia.

 

* passeio de gôndola.

 

OBS. Recomendo ficar pelo menos três dias inteiros em Veneza. Existem diversos pontos turísticos para serem explorados. Gostaríamos de ter ido para Murano ver as fábricas de cristais e ter subido no Campanário.

 

Posts Relacionados:
 
 
 
 
 
 
 

 

E você, o que achou desse post? Deixe o seu comentário e qualquer dúvida é só perguntar.



Esse artigo foi lido 1813 vezes!

Sobre o Autor

Marcio Vital

Sou Advogado especialista em Direito Civil, Imobiliário e Trabalhista. Meu principal lazer é viajar e fotografar o mundo. Tenho um instagram que funciona como um microblog sobre minhas viagens e hoje conta com mais de vinte e cinco mil seguidores @marcion


Veja Também