Conhecendo Tokyo - Parte 2

  • 01 de outubro de 2015


Continuando nossas dicas de Tokyo recomendamos também A Tokyo Tower  que é semelhante à torre Eiffel,  porém maior, possuindo 333m e representa um símbolo da cidade pós segunda guerra mundial. Existem dois deques, um a 150m e outro a 250m. Sua cor alaranjada chama atenção. Linha Oedo até Akabanebashi. Preço 820 ienes.

 

Mercado de Peixe de Tsukiji (linha verde) é o maior mercado de frutos do mar do mundo. Tente acordar bem cedo e conhecer o famoso leilão de atum, mas se não conseguir chegar a tempo, ainda assim, é um bom local para passear. Fecha aos domingos.

 

Odaiba e Baía de Tóquio é uma parte diferente da cidade. Na verdade, representam a orla da cidade. Aqui as ruas são largas, passarelas suspensas e até uma roda gigante. Os prédios possuem arquitetura fantástica com destaque para o Edifício da TV Fuji (500/300 ienes, de 10:00h às18:00h).

 

Ueno Park é uma das principais atrações da cidade. Reserve, pelo menos, um período inteiro aqui. Essa área pertencia ao antigo templo Kanei-ji e foi aqui que foi travada a batalha de Boshin, onde em 1868, o xogunato Tokugawa foi derrotado pelo exército imperial. Além de vários monumentos e templos, existe uma bela lagoa(Shinobazu), com uma rica e bonita vegetação. O espetáculo das flores de cerejeira tem seu lugar aqui.

 

 

Museu Nacional de Tóquio possui o maior acervo de arte japonesa do mundo. O museu é gigantesco. Os destaques são a Honkan (Galeria Principal), Toyokan (Galeria de Antiguidades Orientais) e a Galeria de Tesouros que, infelizmente, estava fechada.

 

 

Esculturas, armaduras, espadas, quimonos, moedas, vasos, quadros, enfim, tudo o que se relaciona com a história do Japão,encontramos aqui. Um belo jardim também é destaque no museu (aberto na primavera e no outono). Um mapa em inglês é indispensável e está à disposição. Preço adulto é de 620 ienes. Aberto das 9:30h às 17:00. Está localizado no Ueno Park. Visita obrigatória.

 

 

 

O Zoológico também esta localizado no Parque Ueno. Merece uma visita. O urso Panda é o artista principal. Campanhas de conscientização para preservação da espécie são freqüentes aqui. A criançada adora (e nós também) e as filas se organizam para ver os famosos. Um linda Pagoda encontra-se aqui também. Existem lanchonetes , lojinhas e muito espaço para piqueniques e caminhadas. Preço para o adulto é de 600 ienes, seniors300 ienes, estudantes 200 ienes e, para crianças de até 12 anos é free. Aberto das 9:30h às 17:00h.

 

 

ONDE COMPRAR:

 

Embora não seja o paraíso para compras para estrangeiros, há grandes lojas de departamento (Mitsukoshi e Matsuya), que estão localizadas principalmente em Ginza. O consumo por parte dos locais é desenfreado aqui. As lojas ficam superlotadas e os produtos são de excelente qualidade. Os valores dos eletrônicos são atraentes, principalmente em Akihabara Redes Laox, Akky e Sofmap) e Shinjuku (região do nosso hotel). De uma forma geral, os valores aqui são extremamente mais caros que nos EUA.

 

 

ONDE COMER:

 

Um ponto forte da cidade. Todas as refeições que realizamos foram simplesmente excelentes, incluindo as do hotel. Existem bons restaurantes em Shinjuku e não se engane pela aparência não, existem os discretinhos, pequenos, todavia com gastronomia apaixonante. ItamaeSushi e Beef St nos agradaram bastante.

 

 

Vejam nossos outros posts sobre o Japão:
 
 
 

 



Esse artigo foi lido 1894 vezes!

Sobre o Autor

Alexandre Calado

Médico, casado, pai e viajante nas horas vagas. Adora fotografia, tanto como compartilhar suas experiências no blog www.blogmundoa.com e no IG @blogmundoa.


Veja Também