Siem Reap - templo Ta Prohm

  • 04 de outubro de 2014


Contratamos o passeio para Angkor Wat diretamente no nosso hotel em Siem Reap, no Camboja.

 
 
 
Optamos pelo small tour que incluía os três principais templos (Angkor, Bayon e o Ta Phohm).
 
 
O passeio de Tuc Tuc, transporte típico da região, custou ridículos 15 usd pelo dia inteiro. 
 
 
Para entrar em Angkor é necessário comprar o ingresso que custa 20 usd o dia. O ingresso sai com sua foto e é exigido na entrada de todos os tempos. 
 
 
Fizemos primeiro Angkor Wat, depois o Bayon e por último o Templo Ta Prohm.
 

Ta Prohm é o nome moderno de um dos templos de Angkor, na Província de Siem Reap, no Camboja, Construído no estilo Bayon no final do século XII e início do século XIII, e originalmente chamado Rajavihara.

 

 

Ta Prohm faz parte do complexo de templos construídos na zona de Angkor, a antiga capital do Império Khmer durante a sua época de esplendor, entre os séculos IX e XV, está localizado aproximadamente um quilômetro de Angkor Thom e no extremo sul da East Baray, foi fundado como um mosteiro Budista Mahayana e universidade pelo rei Khmer Jayavarman VII, que reinou de 1181 a 1220.

 

 

Diferentemente da maioria dos templos de Angkor, Ta Prohm foi deixado em grande parte na mesma condição em que foi encontrado: a combinação fotogênica e atmosférica de árvores que crescem a partir das ruínas e da selva envolvente, que fizeram dele um dos templos de Angkor mais populares entre os visitantes.

 

 

O local é incrível e dá a sensação que estamos descobrindo-o naquele momento.

 

 

Curiosidade: Foi neste templo onde foram gravadas várias cenas do filme Tomb Raider, estrelado por Angelina Jolie.

 

Vale muito a pena incluir esse tempo no seu roteiro. 

 

Vídeo com os melhores momentos da nossa viagem para o sudeste asiático:

 

 

Espero que tenham gostado das dicas.




Sobre o Autor

Marcio Vital

Sou Advogado especialista em Direito Civil, Imobiliário e Trabalhista. Meu principal lazer é viajar e fotografar o mundo. Tenho um instagram que funciona como um microblog sobre minhas viagens e hoje conta com mais de vinte e cinco mil seguidores @marcion


Veja Também