Pequim - Praça da Paz Celestial e Cidade Proibida

  • 25 de abril de 2014


Neste post vou falar um pouquinho sobre a praça da paz Celestial e da Cidade Proibida.

 

Na minha opinião, esses dois pontos turistícos, a Muralha da China, o Palácio de Verão e o Templo do Céu são as atrações imperdíveis de Pequim (Beijing).
Vamos lá.

 

A praça da Paz Celestial é a terceira maior praça pública do mundo, sendo superada apenas pela Praça Merdeka, localizada em Jacarta, na Indonésia, e pela Praça dos Girassóis, localizada em Palmas, no Brasil. Acreditam????

 

Fiz esses dois importantes pontos turísticos no mesmo dia. Um fica na frente ao outro.

 

 

 

Para os chineses a praça é conhecida como o coração simbólico do país e para os estrangeiros é conhecida pelo Protesto na Praça da Paz Celestial em 1989.



Para entrar na Praça da Paz Celestial é preciso passar por uma forte revista.



Tanto a praça como a Cidade Proibida têm visitação gratuita.

 

 

 

Já a Cidade Proibida , foi o palácio imperial da China desde meados da Dinastia Min até ao fim da Dinastia Qing. Fica localizada no centro da antiga cidade de Pequim, acolhendo atualmente o "Palácio Museu".

 

As filas para visitação enormes, contudo fluem bem.

 

 

 

Durante quase cinco séculos serviu como residência do Imperador e do seu pessoal doméstico, sendo o centro cerimonial e político do governo chinês.

 

O local é lindo e enorme. Precisa-se de um turno inteiro para fazer uma caminhada por ela. Quem gosta de história é um prato cheio e talvez precise até de mais de um turno para admirar esse local.

 

 

 

Os ambientes são bem parecidos, portanto, recomendo fazer o percurso com um guia ou com um bom livro de história e/ou turismo.

 

 

 

Não deixem de assistir nosso vídeo da China:

 

Espero que tenham gostando desse passeio.

Até a próxima.




Sobre o Autor

Marcio Vital

Sou Advogado especialista em Direito Civil, Imobiliário e Trabalhista. Meu principal lazer é viajar e fotografar o mundo. Tenho um instagram que funciona como um microblog sobre minhas viagens e hoje conta com mais de vinte e cinco mil seguidores @marcion


Veja Também